27/12/2021

MANDAGUARI - Dois homicídios e casos tentados são investigados

Uma onda de violência tomou conta de Mandaguari, neste encerramento do ano de 2021. Além de dois assassinatos, também houve atentados contra a vida, e todos podem ter uma mesma origem. ENTENDA -  No dia 24 de dezembro, véspera do Natal, noticiamos, que um homem foi morto a tiros no Jardim Boa Vista. Era manhã desta sexta-feira, quando Rogério Gomes de Morais foi baleado em uma rua nos fundos do referido Bairro, já próximo do cruzamento com o Jardim Primavera (FOTO ACIMA). Informações apuradas pela reportagem do Portal Agora, dão conta de que o crime ocorreu por volta de 9h40, sendo que o rapaz levou ao menos sete tiros. Segundo relatos, uma moto teria se aproximado e um dos ocupantes o chamou pelo nome. Em seguida os criminosos dispararam contra o rapaz, que não resistiu aos ferimentos e veio a óbito no local. Há uma informação que a morte seria uma briga de facções ligadas ao tráfico de drogas. Neste dia 27 de dezembro, a informação é de que a 55ª Delegacia de Polícia Civil de Mandaguari, chefiada pelo delegado Zoroastro Nery do Prado Filho, investiga os atentados registrados no final de semana do Natal no município. Uma das principais hipóteses investigadas pela corporação é de que haja ligação entre os dois homicídios e duas tentativas de homicídio. Ainda na véspera de Natal, uma tentativa de homicídio foi registrada na Rua Barão do Rio Branco, Jardim Esplanada. Por volta de 20h, Renan Lacerda estava no quintal de uma casa quando foi atingido por dois tiros, disparados pelo ocupante de um GM Corsa de cor prata. Ele confirmou à polícia que chegou a trocar tiros com o agressor. Ele foi socorrido, levado ao Pronto Atendimento e posteriormente transferido com escolta policial ao Hospital Metropolitano de Sarandi. O carro usado na tentativa de homicídio foi localizado posteriormente, capotado, em Jandaia do Sul. Já no sábado (25 de dezembro), no Jardim Boa Vista, mais duas pessoas foram baleadas. Vários tiros foram disparados contra William César Soares Lopes, 25 anos, e Siumarlene Clagnam, 34 anos. Lopes teve morte instantânea, enquanto Siumarlene foi socorrida e depois levada ao Hospital Universitário (HU) de Maringá, mas não corre risco de perder a vida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

ROLAGEM INFINITA