segunda-feira, 14 de maio de 2018

IVAIPORÃ - POLÊMICA NA CADEIA

Moradora envia vídeo gravado dentro da cadeia de Ivaiporã e diz que o local não parece ser tão subumano como se tem dito
           Uma morador de Ivaiporã, que pediu para que sua identidade fosse preservada, enviou um vídeo para a nossa reportagem, neste dia 14 de maio, de 2018,  em caráter de denúncia e dizendo que ficou indignada ao assistir um vídeo, que tem circulado nas redes sociais, em Ivaiporã. "Vivem dizendo que lá dentro as condições são subumanas, mas o que estou vendo ai, é mordomia, ou seja, pessoas acusadas de crimes tranquilamente brincando, dançando, ouvindo música, aos fundos tem uma TV e tem tem até internet, pois um deles grava o vídeo e manda pela Whatsapp, quando sabemos que muita gente, que está aqui fora, ainda não conseguiu ter acesso a internet, mas está ajudando a pagar o custo destes presos. Estou protestando e pedindo providências", diz ela. O delegado Dr. Gustavo, disse que a Polícia Civil, já tinha tomado conhecimento do vídeo, inclusive os celulares já foram retirados.  Um  detalhe que é importante ressaltar, e nossa reportagem tem acompanhado, é que fica difícil cobrar providências da PC, quando os policiais também vivem reféns de uma cadeia superlotada, onde no espaço de 32, vivem mais de 180 detentos, por isso, qualquer procedimento de revista  ou algo parecido, é preciso acionar o SOE, grupo especializado neste tipo de operação ou pedir reforço para a PM.  Enfim, os cidadãos, as autoridades policiais e todos nós,  somos vítimas de um Estado incompetente que tem pecado muito neste setor, colocando em risco toda a sociedade, o que é vergonhoso. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.