sábado, 1 de dezembro de 2018

APUCARANA - Ex-sindicalista perde ação e não reverte exoneração

                 A Prefeitura de Apucarana, por meio da Procuradoria Geral, informou ontem que já transitou em julgado no Tribunal Superior do Trabalho, no dia 6 de novembro de 2018, o processo em que a ex-servidora e ex-sindicalista Elizabete Costa de Souza, tentava reverter sua exoneração por justa causa.  Conforme explica o procurador do município, Paulo Sérgio Vital, a ex-sindicalista havia sido demitida por justa causa, na gestão do ex-prefeito João Carlos de Oliveira. O processo foi movido após denúncia de que um parente da ex-presidente do Sindispa recebia salário – ficando à disposição do sindicato – residindo numa cidade do norte pioneiro.  “Após o processo ter transitado em julgado, Elizabete Souza já foi intimada a recolher multa por litigância de má fé, ao fazer uso de recursos protelatórios”, informa Vital, lembrando que a ex-servidora tumultuou por diversas vezes, inclusive tentando criar um sindicato paralelo.  De acordo com o procurador, nesta semana, com a perda do processo, a ex-sindicalista causou transtornos na prefeitura ao incitar servidores, com informações equivocadas. “Estamos adotando medidas cabíveis em relação a condutas inadequadas da ex-servidora e ex-presidente do Sindspa”, anuncia Vital. Nossa reportagem não conseguiu contato com a defesa da funcionária.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.