sábado, 16 de fevereiro de 2019

FAXINAL - CONFRONTO COM FERIDO E MORTO

Polícia Militar foi acionada para conter pertubação de sossego provocada pelo som alto de uma festa particular, mas no local houve confronto com dois baleados, um deles entrou em óbito 
           Denúncia de pertubação de sossego em Faxinal, terminou em dois indivíduos baleados, um deles não resistiu e faleceu, na madrugada deste sábado, dia 16 de fevereiro, de 2019.  Informações apuradas, pelo repórter Ronaldo Senes, o "Berimbau", são de que era madrugada, quando a equipe de plantão foi acionada com informações de que havia uma festa particular com som alto de um automóvel, na Rua João Leandro Barbosa, no bairro Juscelino Kubitsche, também conhecido como "J. K.". Ao chegar ao local, se constatou que era uma casa, onde reside pessoas com passagens pela Polícia, sendo eles: "Binho", "Cambui" e Ivan. Diante da constatação que havia várias pessoas no local, cerca de 30, foi pedido reforço para uma outra equipe que estava no Destacamento. Logo, o "Cambuí" se identificou como sendo o responsável pela casa e a pessoa de "Binho", responsável pela automóvel, um Gol branco, com placas de Ourinhos - SP, o qual foi informado, que se não reduzisse o volume, o som seria apreendido. "Binho", já havia se comprometido a baixar o volume, quando "Cambuí", começou a promover desacatos dizendo que ninguém iria apreender nada e que da mesma forma que Polícia mata, eles também matariam. Também teria feito outras ameaças, como a que eles iriam desenterrar as armas e confrontar com a equipe e que ele fazia parte da Facção Criminosa PCC, a qual iria iria acionar para dar um "Salve", em Faxinal. "Eles partiram para cima dos soldados, momento em que o rapaz de nome Diego, tentou tomar a arma do soldado Ribeiro, o qual, juntamente com o Soldado Arthur, reagiram a injusta agressão e feriram Diego na panturrilha", informou o boletim da PM. O soldado Dias, que também fazia parte da equipe, efetuou disparos para o chão, para tentar afastar os agressores e foi dada voz de prisão para "Cambuí" e "Binho", mas eles correram para os fundos. Ao acompanha-los, a Pm percebeu o momento em que "Cambuí", tentava sacar uma arma da cintura, por isso, novos disparos foram feitos ferindo gravemente o homem. Foi feita a apreensão da arma e abordado alguns dos frequentadores, mas outros fugiram e ficaram de longe insultando a PM. Com a chegada de mais viaturas, a situação foi controlada. Diego, ferido, foi levado para o Hospital, com apoio do SAMU; já o Márcio Henrique Cambuí Monteiro, não resistiu e entrou em óbito.  A Polícia Civil e o IML foram acionados para também atender a ocorrência.  Nossa reportagem apurou que o jovem que faleceu, em julho de 2014, quando tinha 19 anos, foi baleado em uma Boate de Londrina, cidade onde nasceu e tinha outras passagens. No dia desse confronto, ele estava trabalhando como segurança.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

ROLAGEM INFINITA