quarta-feira, 24 de abril de 2019

ALERTA - Cidade de Apucarana registra 22 casos de dengue

Autoridades de saúde alertam a população para necessidade de intensificar os cuidados no combate a doença
A Autarquia Municipal de Saúde (AMS), de Apucarana, reforça alerta para população sobre os cuidados na prevenção e combate à dengue. O comunicado é lançado diante da confirmação de 9 casos da doença no município somente nesta semana, entre segunda e quarta-feira. Dentro do atual ciclo epidemiológico, iniciado em agosto, Apucarana soma 22 casos de dengue. Deste total 17 são autóctones, ou seja, contraídos na cidade onde a pessoa vive, e 5 importados.  As ocorrências da doença na cidade foram registradas na região do Jardim Marissol (6), Jardim Tibagi e Jardim Aeroporto (5), do Núcleo Habitacional Parigot de Souza (4), centro (2), Vila Regina (1), Residencial Sanches dos Santos (1), Residencial Sumatra (1), Vila Apucaraninha (1) e Vila Reis (1). Outros 54 casos estão aguardando resultado de análise no Laboratório Central do Estado (Lacen).  O diretor presidente da AMS, Roberto Kaneta, informa que todas as ações de bloqueios já foram adotadas pela Divisão de Endemias da AMS nestas regiões e medidas de intensificação como realização de vistorias em residências aos sábados têm sido uma rotina entre as equipes de endemias da Autarquia de Saúde.  No próximo sábado, por exemplo, essa ação volta a ser realizada no Jardim Marissol, onde já ocorreram 6 casos de dengue e somente na última semana a saúde do município registrou 20 suspeitas da doença entre os moradores. Carros de som da Autarquia de Saúde também estão percorrendo bairros, alertando para os cuidados necessários.  Roberto Kaneta pede que a população some forças com poder público no desafio de controle da dengue. “É essencial que os moradores cuidem de seu quintal, eliminando qualquer recipiente que acumule água, ou seja, um ambiente propício para o desenvolvimento da larva do Aedes aegypti”’, argumenta.  O boletim epidemiológico semanal com os números da dengue no Paraná apresenta 4.191 casos confirmados. São 1.077 casos a mais que na semana anterior, que apresentou 3.114 casos confirmados de dengue. Londrina já registrou 750 casos de dengue, Foz do Iguaçu 332, Maringá 108 e Cambé 74.      Índice de infestação -  A Autarquia de Saúde também divulgou o resultado do segundo Levantamento Rápido de índices para Aedes aegypti (LIRA) de 2019 em Apucarana, apontando 2,7%, contra 1,8% do primeiro do ano realizado em fevereiro.   O resulto da pesquisa, realizada entre os dias 1º e 5 de abril, está acima do percentual de 1% preconizado pelo Ministério da Saúde, mas dentro de um nível controlável, considerando que estamos saindo do período do ano mais propício à proliferação do mosquito da dengue, com incidência de chuvas e altas temperaturas.  A região com maior percentual de infestação do mosquito da dengue, de 4,1% é formada pela Vila Formosa, Parque Santo Expedito, Cemitério Cristo Rei, Jardim das Flores e Jardim Esperança. Na sequência, com 3,7% de infestação, está a região da cidade que compreende o Jardim Colonial, Colégio Agrícola, FECEA, Recanto do Lago, Núcleo Habitacional Adriano Correia, Vila Reis, Monte Sião e 30º BIMec.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

ROLAGEM INFINITA