quarta-feira, 7 de agosto de 2019

OPERAÇÃO - Gaeco em nova fase da Operação Quadro Negro

             Na madrugada, deste dia 07 de agosto, de 2019, surgiram informações do Grupo de Atuação Especial e Combate ao Crime Organizado (Gaeco), que estava realizando a 6ª fase da Operação Quadro Negro, que investiga irregularidades em obras de reforma e construção de escolas estaduais do Paraná. O objetivo do órgão, que é um braço do ministério público, era cumprir 32 mandados de busca e apreensão em várias cidades do estado. Segundo o Portal G1, a ação tem como principais alvos, empreiteiros e construtoras que venceram licitações para construção de escolas e de obras com o Governo do Estado entre 2011 e 2015. De acordo com o Ministério Público do Paraná (MP-PR), o esquema era chefiado pelo então governador Beto Richa (PSDB), e desviou pelo menos R$ 20 milhões. Os promotores afirmam que o ex-governador era o comandante e principal beneficiário dos desvios. Beto Richa foi preso preventivamente em março por obstrução de justiça nas investigações da operação. Duas semanas depois ele foi solto após uma decisão da 2ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR), que considerou que os fatos que levaram à prisão de Richa eram antigos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

ROLAGEM INFINITA