30/06/2020

AGRESSÃO - Marumbi, Cambira, Lunardelli e Rosário

                    VIOLÊNCIA DOMÉSTICA               
MARUMBI- Em Marumbi, e não  Kaloré, como o 10º Batalhão havia informado inicialmente, uma mulher, de 29 anos, disse que foi agredida por seu marido, de 37 anos, na Rua Santos Dumont, no dia 29 de junho, no final da manhã. "Ela contou que ele a agrediu fisicamente e rasgou sua blusa, inclusive, havia arranhões nos pulsos e disse que não era a primeira vez que isso acontecia. Há registros anteriores de tais violências. Como o autor não estava mais no local, foi oferecido apoio para atendimento médico a mulher, mas ela dispensou o serviço. Foi realizado patrulhamento no intuito de encontrar o autor, porém não foi localizado", informou a Polícia Militar, de Marumbi. 
CAMBIRA - Em Cambira, no dia 29 de junho, na Rua Travessa Grécia, mulher disse que seu marido chegou agressivo e a agrediu. Também quebrou os pertences do casal. Quando a PM chegou, o homem tinha deixado o endereço com uma mala de roupas. Contou, a vítima, que o companheiro é usuário de drogas (crack e cocaína) e que estava alterado; também que há alguns dias, quebrou uma TV e o celular que pertence a ela. O homem não foi encontrado para dar sua versão sobre os fatos, mas segundo familiares ele nega. 
LUNARDELLI - No dia 29 de junho, às 19h40min, no Sítio Santa Lúcia, moradora  relatou que estava em sua residência, quando seu ex-marido, que também é seu vizinho, chegou na porta de sua casa e disse: ''hoje estou com o capeta, hoje entro na sua casa e faço uma desgraça’’; a partir disso, ficou rondando o quintal de sua casa. A mulher afirmou que as ameaças são constantes por parte do acusado. Diante dos fatos a viatura   tentar localizar o morador, porém sem êxito. As informações acima constam no boletim da PM. O suspeito nega os fatos. 
ROSÁRIO - Em Rosário do Ivaí, no dia 29 de junho, às 19h36min, na Rua Guaratuba, uma casal foi denunciado. Segundo informações, marido e mulher estão sempre embriagados e colocam em risco o filho, uma criança de 03 anos. Também que há muitas brigas no local e sempre se houve choro do menino. A PM e o Conselho foram ao local tomar as devidas providências e não seria a primeira denúncia.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

ROLAGEM INFINITA