terça-feira, 28 de julho de 2020

Polícia Civil chega a 88,6% na solução de homicídios em Curitiba

          A Polícia Civil do Paraná (PCPR) atingiu índice de 88,6% de solução de homicídios, no primeiro semestre, em Curitiba. No período, foram registrados 140 crimes e solucionados 124. A taxa é superior à dos Estados Unidos, país referência em qualidade nas investigações policiais, que apresentou 62,3% em 2018, últimos dados oficiais divulgados pelo FBI. "A Segurança Pública, por meio da Polícia Civil, trabalha constantemente com foco na elucidação de crimes. Somente com o caso solucionado, conseguimos ter acesso aos suspeitos e, assim, efetuar as prisões. Tirando eles de circulação, podemos evitar que novos crimes ocorram. A nossa intenção é sempre fornecer o melhor retorno ao cidadão paranaense, com o fortalecimento da segurança no Estado, e isso a Polícia Civil tem feito com eficiência", disse o secretário da Segurança Pública, Romulo Marinho Soares. Para o delegado-geral da PCPR, Silvio Jacob Rockembach, esses resultados decorrem de três fatores. “O primeiro deles é muito planejamento, o segundo é a implantação de uma gestão de resultados e o terceiro de muito, mas muito trabalho, dedicação e profissionalismo dos policiais civis que estão atuando na ponta”, afirmou. Rockembach ressalta, ainda, que implantou um sistema de avaliação de desempenho na PCPR. “Estamos buscando atingir metas e resultados pelo menos iguais àqueles que vem sendo alcançados por outras polícias do mundo, consideradas referência em investigação criminal”. O índice de solução de homicídios da PCPR em Curitiba (88,6%), já supera até mesmo alguns de uma das melhores polícias do mundo, o Departamento de Polícia de Nova Iorque (NYPD), que publicou os dados do primeiro trimestre de 2020. A divulgação lá é dividida por bairros: Manhattan (82,4%), Brooklyn (84%), Queens (63,6%).  - Continue lendo 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

ROLAGEM INFINITA