12/05/2021

JARDIM ALEGRE - Bebê salva por telefone recebe visita de Policiais Militares

  Na tarde de terça-feira, 11 de maio de 2021, os policiais militares que salvaram uma criança, de cerca de um ano de idade, de afogamento por leite materno, no último dia 08 de maio, de 2021, (véspera do Dia das Mães) fizeram uma visita à família. Nessa ocasião, não fosse à pronta ação dos militares, tanto no telefone quanto realizando os procedimentos necessários no local da ocorrência, a criança poderia teria sofrido maiores complicações, inclusive, resultar no óbito da bebê. Assim, com a visita dos policiais militares à família, foi possível um contato ainda maior, sem o estresse causado pela ocorrência, em um clima mais descontraído e alegre, em que tanto a mãe conseguiu demonstrar o agradecimento aos militares pelo salvamento realizado quanto a própria criança também o fez. Da mesma forma, foi possível ver a satisfação dos militares em rever a criança que salvaram e que estsava bem, com a sua saúde preservada. "A Polícia Militar do Paraná, bem como o Comando da 6ª Companhia Independente de Polícia Militar, se sentem orgulhosos em possuir em seus quadros militares tão valorosos e comprometidos com o socorro à sociedade", diz nota da 6ª Companhia, de Ivaiporã. SOBRE O FATO - Como publicamos no dia dos fatos, as vezes o herói pode estar do outro lado da linha, a uma ligação telefônica de distância. Foi exatamente isto que acreditamos ter ocorrido no dia 08 de maio, de 2021, véspera do "Dia das Mães". em Jardim Alegre. Na Avenida Tancredo Neves, às 22:50 horas, estavam os pais aflitos e assustados: Luana Paula e Lucas Bombarda, por conta da filha, uma menina de um ano e dois meses, que, possivelmente, havia se afogado com leite materno. Pelo 190, eles fizeram contato com a 6ª Companhia Independente de Ivaiporã, e lá, naquele instante, um anjo chamado soldado Juliano, foi quem atendeu a ocorrência. Sua função era anotar o endereço, colher a natureza do fato e acionar a equipe de Jardim Alegre, mas ao perceber que o caso era urgente e o tempo poderia custar a vida da bebê, o soldado passou a orientar a mãe sobre o procedimento, chamado de Heimlich, que poderia resultar na desobstrução das vias aéreas. Mesmo tensos com a situação dramática, os genitores seguiram as orientações e, instante após algo emocionou o Policial, ou seja, era o choro da criança, indicando que tudo havia dado certo. O Cabo Marineli, que auxiliava o soldado Juliano, acalmou os pais, acionou os policiais Aurélio e Gonçalves, que estavam de plantão em Jardim Alegre. Eles foram ao local para verificar a situação e foi acionado também o Corpo de Bombeiros, de Ivaiporã, para uma melhor avaliação. HENRY HEIMLICH - A manobra de Heimlich é uma técnica de primeiros socorros utilizada em casos de emergência por asfixia, provocada por um pedaço de comida ou qualquer tipo de corpo estranho que fique entalado nas vias respiratórias, impedindo a pessoa de respirar. Nesta manobra, utilizam-se as mãos para fazer pressão sobre o diafragma da pessoa engasgada, o que provoca uma tosse forçada e que faz com que o objeto seja expulso dos pulmões. A manobra foi inventada pelo médico estadunidense Henry Heimlich, em 1974, e pode ser praticada por qualquer pessoa, bastando que se siga corretamente as orientações.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

ROLAGEM INFINITA