quarta-feira, 7 de março de 2018

JARDIM ALEGRE - POLÊMICA

Prefeito José Roberto Furlan, em conversa franca, fala sobre temas polêmicos e diz que seu único objetivo e fazer uma "Jardim Alegre" para todos 
Ouça a entrevista, no link de vídeo, que o prefeito José Roberto Furlan, de Jardim Alegre, concedeu a Rádio Nova Era e Blog do Berimbau, no dia 06 de março, de 2018. Ele falou sobre vários temas, entre eles, que 2018, será o ano da saúde, inclusive começou com anúncios de investimentos neste setor, com a aquisição de uma ambulância e um ônibus. A ideia é reformar postos de saúde,  continuar investindo no Hospital e buscar programas e ações que melhorem, ainda mais,  o atendimento. Para ele, 2017, foi o ano da educação, com várias medidas, entre elas, a aquisição da apostila "Max de Ensino", que deu as escolas municipais, status de escola particular. "A gente tem notícia de pais que tinham filhos na escola particular, que já decidiram matricular na escola pública, então isso significa que estamos no caminho certo", disse o prefeito. ASSUNTOS DELICADOS - O Prefeito falou de dois temas polêmicos, que foi a reorganização e atualização do IPTU e da Taxa de Lixo, sendo que a última passou a ser cobrada na conta da Sanepar. Segundo ele, algumas pessoas usaram de todos os meios, para criticar, denegrir a imagem da administração e usar até de  maldade para continuar não pagando, ou pagando um valor irrisório, mas que as novas taxas, chegaram para fazer justiça social. "Tem casas que o IPTU era menos de 10 reais, enquanto outros cidadão pagavam muito mais. O mesmo está acontecendo com a taxa de lixo. Como houve a atualização do valor dos imóveis, há casos que realmente o valor subiu, mas este proprietário estava até agora, recebendo o mesmo benefícios de outros que pagavam muitos mais", disse o prefeito. Ele também afirmou que tem consciência que seu governo termina em alguns anos, mas que sua ações, não populistas, visam apenas o desenvolvimento do município para as próximas décadas. "Os repasses ficaram escassos, as prefeituras quase falidas e as obrigações aumentando. Então é com esse dinheiro dos impostos, que vamos poder continuar transformando o município", finalizou. Furlan citou a dificuldade para manter estradas bem conservadas, das demais obras e dos milhões assegurados em pouco mais de um ano de Governo. Ouça a entrevista no link de vídeo. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário