segunda-feira, 5 de março de 2018

ROSÁRIO DO IVAÍ - PRISÕES

Uma semana após serem liberados, meliantes voltam a agir  e são presos novamente. População pede providências 

  A população de Rosário do Ivaí está revoltada com meliantes que estão agindo na cidade. O motivo é que um semana, após serem presos  pela PM, foram colocados em liberdade e voltaram a agir. "É uma absurdo o que vem ocorrendo. Percebemos que a Pm tem feito a sua parte, tem prendido essa bandidagem, mas eles não ficam na cadeia. Nesta última prisão, os covardes estavam rindo na cara da Polícia e das vítimas, porque sabem que não ficam na cadeia", diz nota de um morador que usou as redes sociais para encaminhar mensagem ao Blog do Berimbau e Rádio Nova Era.. Toda esta indignação, foi motivada pelas ações criminosas dos irmãos: Éder Ferreira Machado, de 32 anos, e Edson. Rodrigo Ferreira Machado, de 30 anos, que tem aterrorizado a zona rural e a cidade, com a prática de delitos. Além dos dois, também foram detidos, em uma ocorrência de furto qualificado, na Rua Rio de Janeiro, no dia 04 de março, de 2018, a Ana Cristiana, de 24 anos, que já foi acusada de envolvimento com tráfico, e dois outros jovens de nome Wagner e Robinho. Tudo começou quando os soldados de plantão foram informados, por um cidadão, que sua residência teve a porta da sala arrombada e que foram furtados: uma Smart Tv de 32 polegadas, um notebook Positivo, DVD marca Hyunday, caixa de som e dois pendrives. Logo populares informaram que perceberam, nas proximidades do local do furto, os irmãos: Edson e Éder, que estavam acompanhados de Wagner e o Robinho, acusados de outros delitos na cidade; inclusive os irmãos haviam sido presos há uma semana, acusados de roubo agravado e já estavam em liberdade. Novas informações levaram a PM até a casa de Ana Cristina, onde poderia estar a TV; ela que além da venda de entorpecente, é apontada como receptadora de objetos furtados. No endereço, ela negou que seja traficante e que o produto do furto estivesse no local, e passou a desacatar os PMs, até receber voz de prisão. Um menor, filho da mulher, disse que os irmãos já tinham tirado a TV do local, momento em que a própria Ana revelou que não iria pagar pelo erro dos outros e denunciou os demais envolvidos. Buscas levaram a PM a localizar Éder, que assumiu o furto e afirmou que os objetos estavam com seu irmão e com o "Robinho". Na casa de Edson, este também confirmou, mas disse que Robinho, já havia levado. Ao chegar na residência de Robinho, ele indicou o local onde estava escondida a TV, questionado sobre o Notebook, todos afirmaram que era a parte de Wagner, o qual também assumiu participação. Tudo foi devidamente apurado e os acusados levados para a Delegacia de Grandes Rios. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário