quarta-feira, 4 de julho de 2018

JARDIM ALEGRE - Denúncia leva policiais até lanchonete no Rio Ivaí

A acusação é pesca de peixes nativos, em quantidades superiores a permitida e porte ou posse ilegal de arma de fogo 
             A Polícia Militar Ambiental, informou que, em Jardim Alegre, no dia 04 de julho, de 2018, fez um flagrante de uma pessoa acusada de  pescar quantidades superiores as permitidas e posse irregular de arma de fogo. Pelas informações, durante atendimento de denúncia, a qual informava que em uma lanchonete, localizada na zona rural, próxima ao Rio Ivaí, estava havendo a comercialização de peixes pescados no Rio, de forma predatória, os soldados foram ao comércio e abordaram a responsável pelo local, o qual relatou que ela e seu esposo, seriam os proprietários. Também autorizou uma vistoria no freezer, onde foram localizados diversos peixes nativos, contrariando a portaria IAP n. 135/2018 do art 5 inc III. Ainda foi indagada a mulher, sobre uma possível arma de fogo, e ela apresentou uma espingarda .22, alimentada e carregada sem a devida documentação pertinente. Diante dos fatos, a comerciante foi conduzida a Delegacia de Polícia Civil, de Ivaiporã. No local foram apreendidos: 370m redes de malhas 14 e 16 mm, sem plaquetas de identificação;  e  51.5 kg de peixes diversos (cascudo, dourado e mandi), os quais foram doados para a secretaria Municipal de Assistência Social de Ivaiporã; a referida Espingarda e duas munições CBC .22.