quarta-feira, 25 de julho de 2018

JARDIM ALEGRE - Homenagem aos Produtores Rurais do município

Como o Dia do Agricultor, é comemorado em 28 de julho, em Jardim Alegre, foi preparada uma homenagem especial 
           Recebemos uma nota, com caráter de homenagem dos funcionários do departamento do INCRA, Nota do Produtor Rural e Guia de Transporte Animal,  que tem entre os servidores: Carlos Francisco Pires, Reinaldo Araujo e do Prefeito de Jardim Alegre José Roberto Furlan, dedicada aos produtores rurais do Município, na semana do Dia do Agricultor, comemorado em 28 de julho.  Segundo eles,  a  data, é o reconhecimento a atuação dos profissionais de uma das mais importantes áreas da economia. O Dia do Agricultor é celebrado em 28 de julho, data criada em razão de ter sido nesse dia, em 1960, a fundação do Ministério da Agricultura, no mandato de Juscelino Kubitschek. É importante não confundir essa data com o dia do Agricultor Familiar, que é comemorado em 25 de julho. O agricultor possui uma ampla relevância na economia brasileira e também para a população mundial, pois é a sua atividade que propicia a maior parte da produção de alimentos, sobretudo aqueles que estão na mesa de todos os trabalhadores, tais como arroz e feijão. Por esse motivo, a homenagem aos agricultores, além de justa, é necessária, pois faz referência a um dos mais relevantes serviços prestados para a sociedade.  Sabemos que a agricultura pertence ao setor primário da economia e, como tal, encarrega-se – ao lado dos setores extrativistas – de produzir, além dos alimentos, as matérias-primas que são empregadas na fabricação de mercadorias. Além disso, a agricultura vem ganhando um maior peso na produção de energia em virtude do cultivo de vegetais utilizados na biomassa, com destaque para os biocombustíveis. Podemos dizer que a profissão ou o exercício do agricultor é uma das mais antigas da história da humanidade, haja vista que a agricultura constituiu-se no período Neolítico há mais ou menos 10 mil anos. Com isso, foi permitida a sedentarização do ser humano, ou seja, o fim da prática nômade, o que alicerçou as primeiras bases para a formação das civilizações e sociedades.  Com o tempo, em razão dos avanços das técnicas, a agricultura e, consequentemente, o trabalho do agricultor foram se transformando gradualmente. As principais transformações são historicamente recentes, com destaque para o processo de mecanização e modernização no campo que foi responsável pelo aumento da produtividade dos bens agropecuários. Embora existam críticas a esse processo – principalmente ao emprego estrutural gerado no meio rural –, essa modernização foi muito importante para ampliar a geração de alimentos e matérias-primas. (Por Reinaldo Araújo - Jardim Alegre) 

Nenhum comentário:

Postar um comentário