segunda-feira, 6 de agosto de 2018

BORRAZÓPOLIS - Roubo em Itacolomi resulta em detidos em Borrazópolis

Assalto praticado na casa do vereador Vanil, de Novo Itacolomi, resultou em dois jovens detidos em Borrazópolis: "Nerinho" e "Dingo" 
            A Polícia Civil, de Apucarana, prendeu em Borrazópolis, com apoio da Polícia Militar, soldados Eduardo e Filetti, neste dia 06 de agosto, de 2018,  duas pessoas acusadas de cometer crimes. Uma delas, apesar de jovem, que é o Sérgio Henrique Oliveira Marques, o conhecido "Dingo", morador da Vila Nossa Senhora de Lourdes, é um velho conhecido da Polícia, pois desde quando era menor, tem sido acusado de praticar vários furtos e arrombamentos na cidade. O segundo conduzido até a Delegacia, é Franconero Castilho da Silva, o conhecido "Nerinho". A operação foi uma determinação do Dr. Marcus, de Apucarana,  que conseguiu um mandado de prisão temporária expedido pela 1ª Vara Criminal, de Apucarana PR. Já a investigação, foi iniciada através do boletim de ocorrência, que tem relação com roubo na zona rural de Novo Itacolomi, que a princípio foi o assalto na casa do presidente da Câmara Municipal, vereador Vanil, ocorrido em 10 de maio, de 2018. O politico, que reside as margens da rodovia PR 170, não estava na residência, quando bandidos invadiram o local e fizeram sua família refém. Para rever matéria deste assalto, publicada pelo Blog do Berimbau - Clique Aqui. Os detidos, negam envolvimento com o crime. "Nerinho" também é apontado como traficante em Borrazópolis, mas sempre jurou inocência.  Eles também foram alvos de uma outra operação, realizada no dia 19 de julho, de 2018, em Borrazópolis, pelo Delegado Dr. Adílson, de Jandaia do Sul. Naquela data, "Dingo", conseguiu fugir;  Franconero, foi preso, mais depois liberado. Também foram detidos "Brunão", que jura ser inocente e estar pagando por crimes que nunca cometeu. Inclusive sua família tenta provar na justiça que ele não é um criminoso e já conseguiu apontar algumas inverdades dos comparsa que provocaram seu envolvimento. O outro, foi Willian Darienso, o qual também nega envolvimento. Para rever estas prisões, clique aqui. A acusação, nesta primeira operação, foi de assaltos em residências, na cidade de Kaloré, um deles na casa da presidente de câmara.  Ao investigar estes fatos, Dr. Adílson  constatou que também poderiam serem eles, os mesmo que agiram em Novo Itacolomi, pois estava em poder de um dos acusado, joias levadas no dia  do roubo, por isso, os desdobramentos que ocorreram neste dia 06 de agosto, de 2018, com mais duas prisões em Borrazópolis. Nossa reportagem continua acompanhando. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.