segunda-feira, 24 de setembro de 2018

JARDIM ALEGRE - TRAGÉDIA

Criança, interna da "Casa Lar", morreu atropelada por ônibus da APAE. Delegado, Dr. Gustavo Dante, abriu inquérito para apurar o que realmente aconteceu 
                          MAIS DETALHES                      
                             Imagem do Velório                             


No link de vídeo, ouça entrevista com o prefeito José Roberto Fulan, falando sobre a tragédia  

O delegado Dr. Gustavo Dante, de Ivaiporã, disse que instaurou inquérito e, em 30 dias, quer concluir os levantamentos para esclarecer o que realmente aconteceu: "Quando ocorre uma tragédia como esta, há muitos comentários e boatos sobre o que ocorreu, mas seria prematuro, neste momento, apontarmos um culpado e dizer que ele foi o responsável pela morte da criança. Então vamos ouvir testemunhas, motorista e funcionários da Casa Lar, no intuito de dar uma resposta a sociedade e evitar que esse tipo de fatalidade volte a ocorrer no local", disse o delegado.  Também ficou apurado que o motorista passava no ponto, todos os dias úteis, para buscar duas crianças, e que após elas entrarem no coletivo. Inocentemente ele teria manobrado para sair, quando percebeu que o pneu passou em cima de algo, o que na verdade era o corpo do bebê.  SOBRE A MORTE  - Como noticiamos,  a vítima é Gabriel Mendes Junior,   com menos de dois anos, o qual morreu  atropelada por um ônibus da APAE de Jardim Alegre, que era conduzido pelo motorista Lindomar. O foto aconteceu, por volta das 07:00 da manhã de segunda-feira, dia 24 de setembro, de 2018.  Ao vivo, o prefeito José Roberto Fulan, falou a Rádio Nova Era. Ele lamentou o fato e decretou luto oficial no município. Disse também que conhece e sabe do profissionalismo do condutor do coletivo, que é uma pessoa muito cuidadosa, mas que infelizmente fatos como estes, podem acontecer com qualquer um.  Ele também rebateu acusações  de que o local, que é de responsabilidade da prefeitura, não seja bem administrado.  "A Casa Lar tem, em seu quadro de servidores, competentes funcionários, inclusive enviamos um projeto para a Câmara de Vereadores, para contratar mais uma cuidadora.   O prédio foi reformado pela prefeitura e eu, e a primeira dama, estamos sempre lá, acompanhando o dia a dia da Casa Lar. O fato foi uma tragédia e não é hora de apontar culpados, mas sim de respeitamos esse momento de dor para todos", disse o prefeito, ao enviar votos de pesar a família.  Como parentes são do Distrito da Barra preta, o salão de uma Igreja evangélica do Bairro, foi escolhido para o velório.  CASA LAR  - A Casa Lar de Jardim Alegre, é uma instituição municipal que tem o objetivo de cuidar de crianças vitimadas. Há alguns municípios da região, que também possuem este tipo de local, como é o caso da cidade de Faxinal.   Geralmente o encaminhamento é feito pelo Conselho Tutelar e Ministério Público.  Caracterização do serviço: Serviço de acolhimento provisório e excepcional  para crianças e adolescentes de ambos os sexos, de 0 a 17 anos e 11 meses, inclusive crianças e adolescentes com deficiência em situação de medida de proteção e em situação de risco pessoal, social e de abandono, ou outros problemas familiares, em que os pais são declarados incapazes um  curto período ou prazo maior.