quinta-feira, 1 de novembro de 2018

IVAIPORÃ - OFICINA PARA JORNALISTAS

Assessora de imprensa da Prefeitura de Ivaiporã participará da Oficina para Jornalistas Sobre Primeira Infância no Rio de Janeiro
     A Andi – Comunicação e Direitos realizará a Oficina para Jornalistas Sobre Primeira Infância, na segunda-feira, dia 5 de novembro, no Hotel Laghetto – Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, entre às 09h00 e 17h00, quando haverá confraternização entre palestrantes e profissionais da mídia.  A oficina conta com a parceria da Unesco e do Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) e abordará a importância do Marco Legal da Primeira Infância; como o investimento social na Primeira Infância pode ser uma estratégia de prevenção à violência; importância da educação infantil; e a cobertura jornalística sobre o tema. Aprovado em 8 de março de 2016, o Marco Legal da Primeira Infância é uma lei que coloca as crianças de zero a seis anos como prioridade no desenvolvimento de programas e formulação de políticas públicas. Com a publicação da lei, o Brasil foi o primeiro país da América Latina a reconhecer a importância de valorizar a primeira fase da vida.  A Prefeitura de Ivaiporã será representada pela jornalista Lúcia Lima, que acompanhará os temas da oficina: “O que é a primeira infância, porque é prioridade, o que diz o marco legal?”, exposto pela obstetra Anna Chiesa e pelo psicólogo Fernando Mazzilli Louzada; “Primeira Infância como Estratégia de Prevenção à Violência” abordado pelo juiz auxiliar da Infância e Juventude, Hugo Zaher, e pela promotora de Justiça de Família, Viviane Alves Santos Silva; “Mídia e Primeira Infância”, que terá como palestrantes a jornalista Carolina Trevisan e a coordenadora de comunicação da Andi, Luciana Abade; “Educação Infantil: a base da base” apresentado pela coordenadora geral de Educação Infantil do MEC/DF, Carolina Helena Micheli Velho e pela psicóloga Viviane Fernandes Faria.  Em 2017, a administração Miguel Amaral aderiu ao programa Criança Feliz, coordenado pelo MDS, que visa promover o desenvolvimento integral das crianças na primeira infância – 0 a 6 anos. O programa prioriza gestantes e crianças de até 3 anos (beneficiárias do Bolsa Família) e as de até 6 anos e as famílias favorecidas pelo Benefício de Prestação Continuada (BPC). Por meio do Departamento Municipal de Assistência Social, 120 famílias são acompanhadas por assistentes sociais capacitados, que fazem visitas domiciliares semanais.  “É importante apoiar o programa Criança Feliz, porque é necessário diminuir as desigualdades sociais investindo na infância”, defendeu o prefeito Miguel Amaral.  A equipe do programa Criança Feliz é formada por Adriana Arraes (coordenadora), Débora Bueno, Laísa Maiara dos Santos, Jonathas Henrique Reinauer (visitadores), Amélia Chomen e Aline Machado (orientadoras).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.