sexta-feira, 19 de abril de 2019

BORRAZÓPOLIS - Faleceu em Colombo o conhecido "Rosa Branca"

No centro da foto,
ele aparece ao lado da esposa 
Pedro Morais dos Santos, o "Rosa Branca", era membro de uma família de dez irmãos, entre eles "Celinho" do Lava Car,   "Zeti", Vivian, "Zinhão" e Valéria 
                FALECIMENTO  A cidade de Borrazópolis, ficou enlutada, ao receber, no dia 18 de abril, de 2019, a notícia que faleceu, em Colombo, na região de Curitiba, o Pedro Morais dos Santos, o conhecido "Pedrão", ou "Rosa Branca", de 50 anos. Quando residiu em Borrazópolis, ele trabalhou na prefeitura e também na Borracharia do antigo Posto do Argemiro. Ele era um dos dez irmãos da família do "Celinho", que tem um Lava Car, na Praça da República, ao lado do "Bar do Brás", tendo, entre os irmãos: "Zeti", "Zezé", Vivian, Valéria, "Zinhão", "Tonhão" (Já falecido) e outros. Segundo o que o Blog do Berimbau e a Rádio Nova Era apurou, ele sofreu uma queda, bateu a cabeça, ficou internado na UTI, ate falecer, sendo que a causa pode ter sido um AVC- Acidente Vascular Cerebral. Como havia dúvidas do que exatamente aconteceu, o corpo foi levado para o IML de Curitiba, que irá apurar a real causa morte. A família decidiu pelo translado do corpo para Borrazópolis, o qual chegou por volta das 22:30 horas, de sexta-feira, dia 19 de abril. Sepultamento às 08 horas da manhã de sábado, dia 20 de  abril, apoa velório na capela mortuária.  A responsabilidade do funeral é da Funerária Nossa Senhora de Lourdes (3452 1258). Em nota, a Rádio Nova Era e Blog do Berimbau, enviou votos de profundo pesar a família, desejando que Deus possa confortar o coração de todos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

ROLAGEM INFINITA