quarta-feira, 17 de abril de 2019

FAXINAL - Mãe mata o próprio filho recém nascido em Faxinal

          ENTREVISTA COM O DELEGADO          

Na entrevista, o delegado informou que além da facada, o bebê tinha vários hematomas pelo corpo  
             A Polícia Civil, informou, logo pela manhã, que uma mulher estava detida, após o flagrante da Polícia Militar, e após ela ser acusada de matar o próprio filho, um recém nascido de três dias, morto com um golpe de faca na altura do tórax. Depois de ouvi-la, Dr. Ricardo Augusto de Oliveira Mendes,  tirou suas primeiras conclusões:  "Nós ouvimos a mãe e ela não esclareceu muito sobre o fato, mas confirmou que aplicou o golpe de faca no próprio filho. Já um irmão dela, afirmou que ele dormia na sala e a irmã, juntamente com a avó,  no quarto, momento em que a criança começou a chorar. Também viu quando a irmã saiu e foi até a parte externa da casa, o que chamou atenção. Depois ela voltou e colocou a criança no quarto. Ao se levantar  e verificar o que estava ocorrendo, percebeu o ferimento no Bebê, momento em que acionou o socorro", disse o delegado. Também afirmou que somente um perito vai poder atestar se trata-se de um caso de depressão pós parto, mas que ele vai tomar todas as providências para que o poder judiciário possa decidir o futuro da jovem. Outro fato revelador, é que além da facada, a criança tinha vários outros hematomas pelo corpo. Em seu boletim, a PM, que foi a primeira a ser acionada,  divulgou detalhes do fato trágico: "A equipe foi solicitada, pela enfermeira de plantão, da UPA, relatando que no hospital havia um recém nascido, vítima arma branca. Já o doutor plantonista, informou que a bisavó materna chegou junto com a bisneta, que é a mãe da criança, pedindo atendimento médico para, porem a criança já estava em óbito e com a marca de perfuração no tórax. Em contato com a mãe, ela disse havia pegado a faca e introduzido no filho. Diante dos fatos, foi acionada a Polícia Civil", informou a PM.  A suspeita é de que a jovem mulher tenha sido acometida pela depressão pós parto. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

ROLAGEM INFINITA