segunda-feira, 22 de abril de 2019

MAUÁ DA SERRA - Mulher que matou marido queimado é presa

O crime foi cometido em 2013, mas a prisão aconteceu no dia 22 de abril, de 2019, após mandado de prisão expedido pela Comarca de Marilândia do Sul 
            Uma mulher, de nome Roseli Kaiser Gutierres, foi detida pela Polícia de Mauá da Serra, equipe do Sargento Francis, acusada de matar, queimado, o próprio marido. A bem da verdade, a bronca é de 2013, mas Roseli voltou a cadeia porque foi expedido um mandado de prisão, contra ela, oriundo da Comarca de Marilândia do Sul, após sentença com a condenação. Sua detenção foi anunciada, neste dia 22 de abril, de 2019, segunda-feira. Ao pesquisar sobre o crime, localizamos algumas publicações, uma delas diz que Roseli era suspeita de atear fogo em Aparecido da Cruz Gutierrez, conhecido como "Cido do Frete", em maio daquele ano (2013). Ele chegou a ser internado no Hospital da Providência, mas faleceu, 24 horas após, com 80% do corpo queimado. Ao ser socorrido, ainda consciente, disse que a esposa acertou uma tijolada em sua cabeça e depois ateou fogo no lar. No passado, após o crime, ela já havia se apresentado, anos depois, a PM de Rio Bom, acompanhada de um advogado. O crime chocou a região e a mulher sempre sustentou a negativa.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

ROLAGEM INFINITA