quarta-feira, 10 de abril de 2019

TEMPORAL - Rio de Janeiro viveu maior temporal dos últimos 22 anos

               O Rio de Janeiro viveu momentos de apreensão em decorrência dos fortes temporais que atingem o estado, entre 09 e 10 de abril, de 2019. Até a manhã, de 10 de maio, era 10 mortes, houve desespero e moradores ficaram isolados. Ruas se transformaram em rios, carros foram arrastados pelas enxurradas, houve deslizamentos de terra e áreas inteiras ficaram encobertas pela água. O município do Rio, por exemplo, ficou em estágio de crise, terceiro nível em uma escala de três, o que significa chuva forte a muito forte nas próximas horas, podendo causar alagamentos e deslizamentos. A chuva começou a diminuir de intensidade à noite. O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, disse que vai ser aperfeiçoado o sistema de prevenção e apoio em casos de calamidade. Para ter acesso às informações atualizadas do Centro de Operação do Rio. O caos só não foi pior porque os governos do estado e da capital decretaram pontos facultativos. De acordo com a prefeitura, foram totalmente bloqueadas nos dois sentidos as seguintes vias: Avenida Niemeyer, Alto da Boa Vista, Avenida Epitácio Pessoa, próximo do Parque da Catacumba, no sentido túnel Rebouças, Avenida Borges de Medeiros, no sentido Rebouças, altura do Parque dos Patins . A autoestrada Grajaú-Jacarepaguá voltou a ser interditada, nos dois sentidos. Já o Túnel Rebouças foi liberado no final da tarde. Pelo último levantamento, foram registrados dez mortos. A morte de uma avó ao lado da neta, que tinham participado de uma festa no Shopping RioSul, em Botafogo, chocou os moradores. O táxi em que estavam foi atingido por um deslizamento de terra. O motorista também morreu. (Agência Brasil e fotos do G1)


Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

ROLAGEM INFINITA