domingo, 14 de junho de 2020

TAMARANA - Polícia Ambiental de Apucarana efetuou prisões

Entre Tamarana e Mauá da Serra, pessoas foram flagradas caçando em mata. Duas foram detidas uma conseguiu fugir    
           A equipe do Pelotão de Apucarana, da Polícia Militar Ambiental, foi a Tamarana, município vizinho de Mauá da Serra, para atender ocorrência, no dia 13 de junho, soldados Cunha, Lioti e Hodas. Foi informado que a equipe estava em patrulhamento pela Rodovia do Café, próximo ao entroncamento com a PR-445, quando foi abordada por um motorista. Ele informou que na ponte do Rio Santa Cruz, PR-445, havia avistado uma pessoa entrando ao mato com algo parecido com uma arma. Imediatamente a equipe deslocou, até chegar ao ponto indicado, onde avistou uma pessoa, na margem da pista, carregando uma mochila. Ao verificar a aproximação da viatura, o homem empreendeu fuga, abandonando parte do material. Era uma mochila com 07 munições calibre 22 intactas. Em seguida, os soldados entraram a mata, margeando o Rio e localizaram uma outra pessoa de sexo masculino portando uma espingarda calibre 28, com 3 cartuchos intactos. Consta no boletim que ele informou que estava caçando e que havia outras pessoas com ele. Também foi abordado o sobrinho do caçador, o qual confessou que tinham uma outra arma em casa. Na residência foi encontrada, uma espingarda calibre 36. Foi dada voz de prisão para ambos, tanto pelo porte, como pela posse de arma de fogo sem autorização. Eles foram encaminhados à Central de Flagrantes de Londrina para os procedimentos cabíveis.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

ROLAGEM INFINITA