22/07/2020

MORTE - Em Cândido de Abreu preso cometeu ato extremo

          No dia 21 de julho, de 2020, recebemos informações que um preso havia cometido ato extremo dentro da cadeia pública de Cândido de Abreu. Para a ocorrência, a Polícia Civil acionou o IML - Instituto Médico Legal, de Ponta Grossa, que fez remoção do corpo. A princípio, o homem que faleceu é Geraldo Moreira, que  foi preso na região do Distrito de Tereza Cristina e era acusado de abuso  contra uma mulher, com deficiência intelectual.  No dia dos fatos, familiares da vítima alegaram que a encontraram, depois de um tempo desaparecida, em um curral e que os suspeito foi visto saindo rapidamente do local. Ele foi contido e acusado do abuso. Geraldo negou que tivesse praticado o crime e para familiares, ele era inocente.  Informações sobre o ato extremo, não foram divulgadas pela Polícia Civil.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

ROLAGEM INFINITA