21/07/2020

RIO BOM - Município é um dos 11 do Paraná sem casos de Covid-19

           O município de Rio Bom completou, nesta terça-feira (21/07), 142 dias sem casos confirmados de Covid-19, desde o início dos monitoramentos e das realização dos testes pelo Laboratório Central do Estado do Paraná (LACEN) no dia 28 de fevereiro. De acordo com o Boletim Epidemiológico da Secretaria de Estado de Saúde (SESA) dessa terça, Rio Bom está na lista dos municípios que ainda não registraram casos confirmados de Covid-19, juntamente com Ariranha do Ivaí, Boa Ventura de São Roque, Bom Sucesso do Sul, Flor da Serra do Sul, Godoy Moreira, Laranjal, Nova Santa Bárbara, Rosário do Ivaí, São Carlos do Ivaí e São Pedro do Paraná. Além disso, o município é o único dos 16 municípios, que compõem a 16ª Regional de Saúde, sem casos da doença. “Estamos trabalhando diuturnamente para que o vírus não venha nos visitar e resolva ficar. Os municípios vizinhos, infelizmente, todos já registram casos. É preciso muita cautela, trabalho e conscientização da população. Juntos somos mais fortes”, disse o presidente da Autarquia Municipal de Saúde, Luciano Cesar. NOTIFICAÇÕES - Entre os 31 pacientes notificados, apenas 27 são residentes no município. Os outros 4 são de pessoas de outras localidades, que apenas passaram por aqui. EXAMES – Dos 29 testes realizados, 18 são testes SWAB, realizado com uma haste flexível (cotonete) para colher pelas narinas e garganta o material genético do paciente. Conforme a indicação do Ministério da Saúde, recomenda-se que seja coletado o material do paciente entre o terceiro e sétimo dia de sintomas, preferencialmente, quando a carga viral é maior. Mas também pode ser feito até o décimo dia. O restante são testes rápidos, feito a partir da coleta de gota de sangue, que detecta a presença de anticorpos que o organismo humano produz contra à Covid-19. Recomenda-se que ele seja feito a partir do oitavo dia do início dos sintomas, quando os anticorpos já são mais detectáveis. No momento, o município registra 2 pacientes em monitoramento, que aguardam os resultados de exames. “São números bem baixos, graças a Deus, mas precisamos continuar respeitando as recomendações sanitárias básicas para vencermos essa batalha”, finaliza Luciano.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

ROLAGEM INFINITA