sexta-feira, 16 de março de 2018

PRISÕES - Polícia Militar prende mais dois integrantes de suposta quadrilha

                ASSALTANTES NA CADEIA          

Depois de prender um indivíduo suspeito com uma Tucson em Cruzmaltina, Polícia Militar localizou mais dois integrantes do grupo que estavam com um fuzil. Eles foram detidos após roubo



    Com certeza, a sexta-feira, dia 16 de março, foi o dia do caçador e não da caça. Em uma ação competente dos Policiais da 6ª Companhia Independente de Ivaiporã, três meliantes, que provavelmente eram "Cacheiros" (bandidos que atacam agências bancárias) foram presos na região Vale Ivaí. As últimas prisões foram a de um menor, com data de nascimento em 08 de agosto, de 2001 (17 anos); e de Thiago Pereira Maciel, de 29 anos, ambos estavam com um Fuzil AK-47, calibre 762, com aproximadamente 110 munições intactas (três carregadores). Também dispensaream material utilizado para explosão de caixas eletrônicos, sendo três cordeis e espoletas de detonação. Eles roubaram um gol em Dinizópolis, distrito de Cruzmaltina e seguiam sentido Ivaiporã, quando houve o acionamento da Polícia Miliar de Cruzmaltina e, inclusive, a Guarda Municipal, que iniciaram o acompanhamento tático; como o destino foi Ivaiporã, foi pedido apoio aos patrulheiros: sargento Lourencine e soldado Belonci, da Polícia Rodoviária do Porto Ubá, das equipes da 6ª Companhia, que já estavam em alerta, acreditando que os demais integrantes da quadrilha poderiam agir. Destacamentos de Lidianópolis e Lunardelli, também ajudaram no cerco. INÍCIO DA OPERAÇÃO - Como informamos, tudo começou no final da manhã desta sexta-feira, dia 16 de março, de 2018, quando o soldado Belonci, da Polícia Rodoviária do Porto, em Lidianópolis, acionou a Polícia Militar, 6ª Companhia Independente, de Ivaiporã, após meliantes, utilizando uma Tucson preta, passar pelo local e não obedecer a ordem de parada. Equipes de Cruzmaltina, Borrazópolis, Faxinal e viaturas da Rotam, foram para a Rodovia PR 272, que era a rota de fuga. Na via foram localizando veículos com pneus furados e danos provocados por 'miguelitos' ou grampos pontiagudos, que foram jogados na rodovia pelos ocupados do carro suspeito, com intuito de impedir qualquer acompanhamento policial. Ainda na região de Cruzmaltina, a Tucson foi abordada pela PM, mais precisamente a equipe do sargento Tavares e soldados Santiago e Taiza, como apoio, do tenente Gabriel e sargento Ueslei, os dois últimos da Rotam. No interior, estava apenas o condutor. Os demais fugiram ganhando uma mata. Buscas foram feitas, mas eles não foram localizados. O delegado de Faxinal, Dr. Antônio Silvio Cardoso e o major Laércio Sagati, que comanda a Companhia independente de Ivaiporã, informaram o Blog do Berimbau e a Rádio Nova Era, pouco depois, que a Tuscon era roubada em Porto Feliz, São Paulo, mas dublê de outro veículo do mesmo modelo, com placas de Mauá -SP. Já o preso, é Elias Alves Silva Junior, 22 anos, tinha passagens por roubo, suposta participação em um homicídio e origem em Foz do Iguaçu, o qual negou qualquer ligação com o crime organizado e afirmou apenas que seguia para Londrina. Após a situação atípica, as forças de segurança ficaram atentas, até que por volta das 22 horas, ocorreu o roubo de um VW/ Gol de cor branca, e com placas CQK-6944 em Dinizópolis, Cruzmaltina. Para levar o carro, eles invadiram a casa do casal proprietário,  sendo o marido  Michael Veloso, morador das proximidades do Cemitério, e os amarram. Os meliantes fugiram, momento que houve o acompanhamento tático e prisão, em Jardim Alegre, conforme já informamos no início desta reportagem. "Ao contrário do primeiro, os dois presos, nesta segunda ação, afirmaram que estavam fazendo o transporte do armamento para a Capital do Estado, detalhe que ainda não foi confirmado", disse o Tenente Gabriel, da 6ª Companhia de Ivaiporã. Vale ressaltar e ao fazer buscas no trevo de Dinizópolis, onde o assalto ao gol foi praticado, foi localizado um balde com os materiais utilizados na explosão de caixas eletrônicos, assim como uma sacola com miguelitos e peças de roupa. Toda a ação revelou que os Policiais da região Vale do Ivaí estão preparados para o combate ao crime organizado, principalmente a bandidos que promovem ataques a agências bancárias e já aterrorizaram a região norte do Paraná, no passado.