quinta-feira, 6 de setembro de 2018

CRUZMALTINA - Prefeita pagou metade do 13º aos servidores públicos

Para comemorar o "7 de Setembro", prefeitura Luciana Bueno pagou "Décimo Terceiro" e disse que o momento exige  reflexão, transparência e competência 
      A prefeitura Luciana Bueno, do PSDB, disse a Rádio Nova Era e Blog do Berimbau, que sua luta não tem sido fácil desde que assumiu o comando do município, mas ao mesmo tempo, revelou que foi eleita para resolver os problemas e não para ficar reclamando, por isso, tem tomado todas as medidas cabíveis para que sua gestão continue sendo transparente, dedicada e voltada para as pessoas mais humildades, com prioridade para alguns setores como: Saúde, Educação, Esporte, Comércio e Agricultura. As metas são: gerar emprego, avançar nos projetos e promover o desenvolvimento do município. "O Dia 07 de Setembro, momento cívico, é também momento de reflexão do que estamos fazendo, da forma que estamos administrando e fico contente, porque a população tem entendido. Faltam recursos, infelizmente não podemos fazer tudo o que desejamos, temos que elencar prioridades, mas na medida do possível vamos avançando em todos os setores", disse Luciana a reportagem.  Ela afirmou ainda que no começou de sua gestão, a folha de pagamento estava  com o índice de 56% de gasto de tudo o município arrecada, ultrapassando o teto máximo determinado pelo Tribunal de Contas, que é  52% e no máximo 54%. Foram tomadas medidas para contenção de despesas  e atualmente caiu para  48%, revelando  o controle de gastos e a  gestão com responsabilidade. "Essas medidas também nos possibilitaram comemorar o 7 de Setembro, com o pagamento de metade do Décimo Terceiro. Sendo assim, mesmo com a crise, transferimos 225 mil reais,  para a conta dos servidores, um dinheiro extra que vai fomentar a economia local e promover outros benefícios", finalizou Luciana. Segundo ela, muitas outras conquistas tem sido possíveis, graças a sua equipe e aos parlamentares que tem colaborado com o município buscando recursos em Curitiba e Brasília.