sábado, 8 de setembro de 2018

PARANÁ - MAIS UMA TRAGÉDIA COM POLICIAL

Depois do caso de Ivaiporã, onde três policiais morreram após um ataque suicida, em Colombo também foram três mortos 
Policial Willian 
No dia 02 de setembro, a tragédia na Companhia da Polícia Militar, de Ivaiporã, onde três policiais morreram, após o soldado Lucas invadir o local e atirar contra dois colegas. Ele, supostamente, se suicidou - clique aqui para rever. Um segundo caso parecido, foi registrado menos de uma semana depois, em Colombo, também no Paraná. Segundo o Portal G1, no dia 07 de setembro, um soldado, Willian Moreira de Almeida, de 29 anos,  da Polícia Militar (PM) matou a namorada e um primo baleados e também morreu depois de atirar contra a própria cabeça, em Colombo, na Região Metropolitana de Curitiba, segundo a PM. O caso aconteceu depois de uma discussão familiar. Após ser baleado, o primo do policial, de 30 anos, morreu ainda no local. A jovem, de 25 anos, que entrou na frente para evitar o crime,  foi socorrida, com tiro na cabeça, pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhada ao Hospital Cajuru, em Curitiba. Ela morreu no hospital. O policial também recebeu atendimento do Samu e chegou a ser levado para o Hospital Evangélico, onde morreu. A Polícia Militar informou que vai abrir um Inquérito Policial Militar (IPM) para apurar o caso. "Neste momento, a PM se reserva a não apontar uma versão do fato ou emitir juízo de valor sobre o que ocorreu para não prejudicar o andamento do Inquérito, que deverá apontar os fatos", disse a PM. Ainda conforme a polícia, a arma do soldado pertence à PM. Ela foi recolhida para perícia. Paralelamente ao inquérito da PM, a Polícia Civil também vai investigar o crime. O soldado entrou na corporação em 2016, e estava de folga no momento da ocorrência. Ele atuava na Companhia de Almirante Tamandaré.