terça-feira, 26 de novembro de 2019

BORRAZÓPOLIS - Tragédia anunciada se não houver providências

Após reportagem publicada, prefeito Adílson Luchetti, disse que vai edificar um redutor de velocidade no local 
       Em Borrazópolis, pessoas que trabalham passam pelo local que voltou a ser a Rodoviária, no centro da cidade, próximo ao Salão da Terceira Idade, na Praça da República,  estão muito preocupados com a velocidade que os automóveis e motociclistas passavam pelo via de mão única, principalmente no momento em que os ônibus estão estacionados. Segundo eles, há um fluxo de passageiros, inclusive que saem de trás dos coletivos de forma repentina, e isso pode provocar um acidente grave. Um cidadão que passou pelo local, neste dia 26 de novembro, enviou uma mensagem para o Blog do Berimbau, pedindo solução. "Pelo que conversamos aqui, já foi avisada a Câmara Municipal de Vereadores e também a prefeitura. A única solução é fazer um redutor de velocidade (quebra molas), pelo menos para ajudar a conter os motoristas infratores. Pior, são vários que entram na contra mão, num desrespeito total as leis de trânsito", disse o cidadão. Os motoristas, quando estacionam, também precisam ir até o bagageiro, e ficam na via estreita, entre os Ônibus e os carros que estão passando, um risco eminente que se repete a cada dia. A professora Ellen Lunardelli, que trabalha com aulas de dança no Clube da Terceira Idade, também enviou mensagem dizendo que o local circula muitas crianças e idosos, e que realmente há absurdos ocorrendo naquela via e que é preciso uma providência. RESPOSTA -  O prefeito Adilson Luchetti, fez contato com a nossa reportagem afirmando que já havia cobranças da Câmara Municipal e que já tomou a decisão, ou seja, vai construir um redutor de velocidade para resolver o problema, caso o resultado não seja o desejado, outras medidas podem ser tomadas em relação ao trânsito naquele local. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

ROLAGEM INFINITA