sexta-feira, 29 de novembro de 2019

JULGADOS - Acusado de matar taxista em Mauá foi condenado

Três acusados da morte de Isaías dos Santos, em Mauá da Serra, foram julgados, mas apenas um deles foi condenado a 18 anos de prisão 
           O dia 28 de novembro, de 2019, foi a data marcada para o julgamento dos acusados de matar o taxista o taxista Isaías dos Santos, 70 anos, que foi morto em Mauá da Serra, no dia 12 de julho, de 2017, em um sítio pertencente a ele, na famosa Serra do Cadeado - clique aqui - para rever matéria do assassinato.  Dos três suspeitos, Amauri e Itamar, foram absolvidos e Izaías dos Santos, o "Bia", foi condenado. Segundo a promotoria, as provas que continham nos autos, inclusive, escuta telefônica, apontavam com clareza a participação de apenas um deles, por isso, o próprio MP, pediu apenas a condenação de Izaias. O julgamento começou às 09 horas da manhã, e terminou por volta das 23 horas. SOBRE O CASO - Após o crime, a investigação eficiente da Polícia Civil, após o registro da ocorrência feito pela Polícia Militar, chegou aos acusados. Um deles, um rapaz de nome Amauri, morador de Marilândia, apontado como um dos participantes de roubo, mas no julgamento, ele foi absolvido. Ele foi preso, por outro crime, no dia 21 de julho, de 2017, no Restaurante Mappy, em Mauá. Depois de ser levado para a cadeia, ele teria ficado recolhido em Rio Bom, onde confidenciou o crime a outros detentos, os quais fizeram com que as informações chegassem ao filho de Izaías, o "Cafu". Ciente o ocorrido, o cidadão procurou a Delegacia de Apucarana, onde foi recebido pelo Dr. Jacovós, hoje deputado estadual. Logo, o Dr. Felipe de Marilândia do Sul, que já trabalhava no caso, avançou na apuração dos fatos - clique aqui - para rever matéria da prisão dos acusados. Consta que Amauri negava o crime, mas confirmou a participação de Izaías dos Santos, o "Bia", que foi o único condenado no crime, homem que tem o mesmo nome da vítima e foi preso em Santa Catarina; e ainda Itamar Carneiro Gomes, de Mauá da Serra, o qual,  também foi absolvido.    Em entrevista, a Rádio Nova Era e Blog do Berimbau, o  "Cafú", agradeceu a Polícia pelo trabalho realizado e afirmou que, nada vai trazer seu pai de volta, mas que acredita que a justiça está sendo feita. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

ROLAGEM INFINITA