terça-feira, 26 de novembro de 2019

SÃO JOÃO - CRIME REVOLTANTE

OAB Paraná acompanha caso de advogado assassinado em São João do Ivaí e pede investigação rigorosa para que o crime brutal não fique impune 

         Os órgãos de imprensa do Vale do Ivaí, entre eles, este Portal de Notícias, o Blog do Berimbau e Rádio Nova Era, tem acompanhado de perto e também cobrado, assim como toda sociedade, que o crime brutal e chocante, ocorrido em São João do Ivaí, seja solucionado o mais rápido possível. Era manhã do dia 22 de novembro, de 2019, quando o advogado Luiz Florido Alcântara, foi morto dentro do seu escritório. Um bandido armado, invadiu o local, de forma covarde, e o assassinou com tiros de queima roupa. Para rever está lamentável notícia, clique aqui. Nossa reportagem também teve acesso a uma nota publicada pela OAB- Ordem dos Advogados, do Paraná, Subseção de Ivaiporã, a qual pede justiça. Veja a referida nota na íntegra: "A OAB Paraná recebeu com indignação a notícia da morte do advogado Luiz Florido Alcântara, em São João do Ivaí, nesta sexta-feira (22 de novembro). Advogado conhecido e benquisto no meio jurídico de toda a região, Alcântara foi baleado em seu escritório e não resistiu aos ferimentos. Segundo informações, duas pessoas entraram no escritório, efetuaram os disparam e fugiram. Os indícios apontam que o assassinato pode estar relacionado ao exercício profissional. A OAB Paraná já manteve contato com o delegado local e também com o secretário de Estado da Segurança Pública para pedir rigor na apuração dos fatos. Esses atos jamais calarão a advocacia. Pelo contrário, a classe está cada vez mais unida para garantir a defesa da sociedade. Todos nós, advogados, nos solidarizamos com os familiares e amigos, esperando a rápida solução do caso", diz nota assinada pelo presidente da subseção de Ivaiporã, Luiz Henrique Branco, que disse estar acompanhando o caso pessoalmente e trabalhando para que seja esclarecido o mais rápido possível. "O assassinato de um advogado é algo que merece repulsa. O advogado faz a defesa dos cidadãos e não pode sofrer retaliações por conta do exercício da profissão”, disse o também o diretor de prerrogativas da OAB Paraná, Alexandre Salomão. VÍTIMA - Luiz Florido Alcântara tinha 76 anos, era formado em Direito pela Faculdade de Direito de Londrina e exercia a advocacia no Paraná, sob a inscrição nº 8.020. A diretora do Fórum de São João do Ivaí, juíza Andréa de Oliveira Lima Zimath, publicou portaria decretando luto oficial de três dias nas repartições judiciárias da comarca. INVESTIGAÇÃO -  A imprensa também acompanha o caso de perto e acredita, que, muito em breve, uma resposta será dada a toda sociedade e também para que a família e amigos tenham a certeza de que justiça será feita. Também é possível perceber o empenho da Polícia Civil, Delegacia de São João do Ivaí, que precisa preservar alguns detalhes para não atrapalhar as investigações. ESTAMOS DE OLHO. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

ROLAGEM INFINITA