sexta-feira, 30 de maio de 2014

LANÇAMENTO - APUCARANA

Prefeito lança programa de fruticultura e fertilização do solo
Graças a recursos economizados pela atual administração, a Prefeitura viabilizou R$ 500 mil necessários para a implantação do Programa Terra Forte. A iniciativa deverá beneficiar cerca de 250 agricultores familiares que receberão mudas frutíferas selecionadas e insumos (calcário e fosfato natural) para a fertilização do solo. O programa foi lançado pelo prefeito Beto Preto nesta quinta-feira (29/05), durante o II Seminário de Alternativas de Diversificação e Geração de Renda na Propriedade Rural, realizado na Sociedade Rural de Apucarana. O evento, promovido pela Secretaria Municipal de Agricultura em parceria com a Emater, teve a participação de mais de 400 agricultores familiares e de representantes de vários órgãos ligados ao setor rural, entre os quais Richard Golba, diretor administrativo da Emater, que esteve acompanhado do gerente regional, Antônio Kenji, e do gerente local, Geraldo Maronezi. Também estiveram presentes o chefe do escritório regional da Seab, Estevam Cilião, o vice-prefeito de Apucarana, Sebastião Ferreira Martins Junior, o presidente da Câmara de Vereadores, José Airton Deco de Araújo, e o chefe de gabinete do deputado federal Ênio Verri, Arilson Chiorato, além de representantes de instituições financeiras, vereadores, secretários municipais de Apucarana e também de municípios da região. Ao lançar o Programa Terra Forte, o prefeito de Apucarana fez um balanço das ações e dos principais avanços no setor até o momento. “A agricultura gera anualmente negócios de cerca de R$ 200 milhões, representando 12,5% do PIB (Produto Interno Bruto) Municipal. No entanto, não tinha uma pasta específica para cuidar dos seus interesses. Logo que assumimos, em janeiro de 2013, criamos Secretaria da Agricultura, dando ao setor a atenção e o valor que merece”, frisa. Várias ações foram desencadeadas, conforme Beto Preto, buscando especialmente a diversificação da propriedade rural, gerando renda e fixando as famílias no campo. “O Terra Forte é fruto de uma economia de R$ 500 mil que fizemos na Prefeitura. No entanto, o agricultor não vai tirar um centavo do bolso, pois, através de um termo de convênio, o pagamento das mudas, do calcário e do fósforo será feito com a entrega de parte da produção”, afirma, citando que os itens fornecidos ao Município serão destinados à merenda escolar e a entidades assistenciais.  (Continue lendo, clicando no link abaixo)


PRIORIDADE - Além da economia de recursos, o vice-prefeito de Apucarana, Junior da Femac, afirma que o “Terra Forte” é a consolidação de uma decisão de governo. “Estamos vivendo a concretização de uma ideia, que é cuidar de quem mais precisa e, para isso, é preciso definir prioridades. Assim, a atual administração está fazendo também em outros setores. Vamos plantar flores na praça quando a população dos bairros tiver asfalto para pisar”, enfatiza, afirmando que em 2013 foram asfaltados 13 quilômetros de ruas e 2014 deve fechar com outros 20 quilômetros.   Junto com a criação da Secretaria Municipal da Agricultura, a equipe responsável por gerenciar a pasta recebeu, conforme Junior da Femac, uma missão. “”Resgatar o orgulho e a auto-estima dos agricultores. Queremos que vocês, quando forem preencher uma ficha ou cadastro, digam: eu sou produtor rural. E vocês vão dizer isso porque agora em Apucarana a agricultura é valorizada. Usem mais este programa que foi criado e façam dele um caso de sucesso que sirva de exemplo para o Paraná e o Brasil”, conclamou.
MUDAS SELECIONADAS – Segundo o secretário municipal da Agricultura, serão distribuídas cerca de 100 mil mudas, abrangendo as culturas da goiaba, uva, banana, morango, maracujá e figo. “Fizemos uma pesquisa e selecionamos essas variedades que se adaptam ao nosso clima e são viáveis economicamente”, explica Fonseca, lembrando que o objetivo é gerar renda na propriedade e, por isso, há um número mínimo de mudas que podem ser retiradas. Já para a fertilização do solo, serão repassadas 1.400 toneladas de calcário e 100 toneladas de fosfato natural.   Na oportunidade, Fonseca também apresentou o projeto para a construção de uma agroindústria em Apucarana, com o objetivo de transformar as frutas produzidas em polpa. “O objetivo é comercializar as frutas in natura e também em polpa, mas para isso precisaremos viabilizar um terreno, barracão e os equipamentos. O custo do projeto é de cerca de R$ 800 mil, recursos que buscaremos junto a outras esferas de governo”, afirma o secretário.

Emater é homenageada pelos 58 anos de extensão rural
Durante o seminário realizado nesta quinta-feira na Sociedade Rural de Apucarana, a Emater foi homenageada pelos 58 anos de existência. Richard Golba, diretor administrativo do Instituto Paranaense de Assistência Técnica e Extensão Rural, recebeu uma placa comemorativa que foi entregue pelo prefeito de Apucarana, Beto Preto, pelo vice, Sebastião Ferreira Martins Junior, e pelo secretário municipal de Agricultura, João Carmo da Fonseca. “O caráter de uma pessoa é medido pela gratidão, pelo respeito. Parabéns, Emater! São 58 anos irmanados na diversificação e no desenvolvimento sustentável”, disse Fonseca, que trabalhou por 35 anos como extensionista da Emater.  Falando em nome de todos os funcionários da Emater, Richard Golba agradeceu a honraria e contextualizou a atual fase vivida pelo setor. “Há um cenário favorável, com a decisão do Governo Federal de apoiar a agricultura familiar, liberando cada vez mais recursos e implantando importantes programas, como o de compra direta de produtos. No Paraná, o Governador Beto Richa autorizou a realização de um concurso público para renovar o quadro da Emater. Serão mais 400 vagas, que colocarão sangue novo na extensão rural do Paraná. E aqui em Apucarana, temos o projeto de construção do escritório regional da Emater, que terá investimentos de cerca de R$ 1 milhão, envolvendo a mão de obra, material de construção e o terreno que foi doado pela Prefeitura de Apucarana”, ressalta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

ROLAGEM INFINITA