quarta-feira, 19 de setembro de 2018

TRÁGICO - Morre a segunda vítima do acidente em Grandes Rios

      O acidente com veículo de Borrazópolis aconteceu em Grandes Rios. Logo após o sepultamento do motorista  "Luiz Carlos" chegou a informação da morte de Miguel Viana     

Na foto Luiz Carlos
 aparece ao lado da família 

   Morreu, em Apucarana, após cirurgia de amputação de mão, na tarde deste dia 19 de setembro, vítima de parada cardiorrespiratória, a segunda pessoa ferida no acidente em Grandes Rios. Seu nome: Miguel Viana, de 66 anos.  O repórter Berimbau falou com uma filha de Miguel. Ela revelou que o pai  estava no quarto do Hospital, quando entrou em óbito. Disse também que a família decidiu doar as córneas  e fazer o encaminhamento do corpo para o IML de Londrina, devido a falta de médico legista no Instituto Médico Legal de Apucarana.  Familiares também optaram pelo velório em Rolândia, onde residia a esposa e dois filhos, pois em Borrazópolis, ele ficava apenas a trabalho.     SOBRE O ACIDENTE -  O  operador de máquinas, de Borrazópolis, de nome Luiz Aparecido Leandro, o conhecido como Luiz Carlos, de 39 anos, faleceu vítima de um acidente, na tarde desta terça-feira, dia 18 de setembro. A cidade ficou enlutada com o fato.  Segundo informações apuradas pelo Blog do Berimbau e Rádio Nova Era, o veículo é uma  Ford F.4000 com placas KLN 9643, de Borrazópolis, que era conduzida por  Luiz Carlos, quando ele, supostamente, perdeu a direção numa subida e  capotou na Rodovia PR 451, altura do km 20, próximo a Grandes Rios, na saída para Cruzmaltina.  O veículo pertence  aos irmãos Rafael Zeidel e Rodrigo Zeidel, de Borrazópolis, que são produtores e cultivam terras em Grandes Rios. Segundo informações, três pessoas, que prestavam serviços para os agricultores, e  que estavam no veículo. Elas são: Emerson dos Santos Vieira, de 24 anos, filho do conhecido "Polaco", que saiu praticamente ileso; e o maquinista Miguel Viana, de 66 anos, que sofreu ferimentos graves nas pernas e nos braço,  fratura e esmagamento de membros inferiores que resultaram na amputação de uma das mãos e, no dia seguinte, em óbito.   A Polícia Rodoviária do Porto Ubá, em Lidianópolis, atendeu a ocorrência, patrulheiros Belonci e Lourencini,  e as causas exatas seriam apuradas. Com o capotamento, o motorista foi ejetado e os demais ficaram presos nas ferragens.  COMOÇÃO -  O popular "Luiz Carlos", era muito conhecido em Borrazópolis; casado com a agente de saúde Viviane Moraes, com a qual tinha uma filha. Trabalhador e muito dedicado, ele era considerado um ótimo operador de máquinas, mas também desempenhava outras funções. Várias pessoas enviaram mensagens ao nosso Portal, lamentando o fato. Os irmãos Zeidel, chocados, informaram que não há palavras para descrever a perda irreparável, não apenas de um trabalhador, mais também de um companheiro de todas as horas.  VELÓRIO -   A  família decidiu pelo velório na Capela Mortuária, e sepultamento às 14 horas, de quarta-feira, dia 19 de setembro. Antes, às 13 horas, missa de Corpo Presente.  



ROLAGEM INFINITA