quinta-feira, 6 de setembro de 2018

ROSÁRIO DO IVAÍ - POLÊMICA

Vereador Osmiranou Siqueira, de Rosário do Ivaí, fala da liminar conquistada pelo advogado do prefeito, que suspendeu Comissão Especial e acusado o poder judiciário de morosidade 
       O vereador Osmiranou Siqueira, o "Lustroso", do PT, de Rosário do Ivaí, fez um pedido de direito de resposta, após entrevista com o advogado Dr. Leandro Rosa, que comentou sobre uma liminar, conquistada,  no dia 04 de setembro, de 2018, na Comarca local, por abuso de poder e que suspendeu os trabalhos da  CEI - Comissão Especial de Inquérito, que acusa o prefeito de usar máquinas da prefeitura em sua fazenda.  O advogado afirmou que a Câmara Municipal, ou pelo menos alguns vereadores,  tem tido uma postura  peculiar, que é trabalhar em função de encontrar um caminho para cassar  o  mandado do chefe do poder executivo, fato que também aconteceu em 2017, com uma denúncia  de desvio de função, e atualmente, em 2018, alegando que o prefeito usou máquinas da prefeitura para serviços particulares. "Existe um programa de incentivo e todos os produtores podem ter acesso as máquinas, desde que pagem horas máquinas.  Outro detalhe, há vereadores que já fizeram o mesmo tipo de uso dos maquinários nos últimos anos, mas agora querem cassar o prefeito com este argumento", disse o advogado. Para rever entrevista com Dr. Leandro Rosa, clique aqui.  Osmiranou negou perseguição política, disse que  a Câmara tem aprovado todos os projetos, e em relação a Comissão de 2017, quando Kuroda também conseguiu uma liminar, o parlamentar  acusou o poder judiciário de atrasar a análise do mérito: "O Poder Judiciário sentou em cima da liminar, mas já poderia ter analisado", afirmou o vereador, que disse ter esperança de ainda retomar a primeira comissão, como também finalizar a votação desta segunda investigação. Par ouvir o vereador, que falou ao repórter Ronaldo Alves Senes, o "Berimbau", clique no link de vídeo.   Em contato com a Comarca de Grandes Rios, a  Juíza de Direito, não quis comentar as declarações do vereador sobre morosidade.  

ROLAGEM INFINITA