sexta-feira, 1 de novembro de 2019

HABITAÇÃO - Inovação e inclusão social marcam novos programas habitacionais

    Projetos voltados à população idosa e à urbanização de assentamentos precários foram apresentados a prefeitos e vereadores durante evento Governo 5.0, em Foz do Iguaçu. A inovação e a inclusão social são as principais marcas dos novos projetos habitacionais desenvolvidos pelo Governo do Paraná. Os programas foram apresentadas pelo presidente da Cohapar, Jorge Lange, durante o evento Governo 5.0, que reúne prefeitos, secretários municipais, vereadores e lideranças em Foz do Iguaçu. O evento discute mudanças na administração pública, com práticas inovadoras na prestação de serviços à população. O presidente da Cohapar falou sobre planos para ampliar a oferta de moradia popular nas cidades e no campo. Ele também apresentou programas inovadores para o setor, como a construção de condomínios para idosos e trabalhos para urbanização de assentamentos precários. A estratégia da atual gestão estadual envolve a retomada dos financiamentos feitos diretamente pela Cohapar para propiciar mais autonomia na aplicação de investimentos prioritários, sem deixar de lado o fortalecimento das parcerias com o Governo Federal, municípios e iniciativa privada. “A participação das prefeituras é fundamental para que o Governo do Estado consiga cumprir com o seu objetivo de levar moradia à população mais carente”, afirmou Lange. Desde o início de 2019, a Cohapar já contratou a construção de 2.366 novas moradias. Os contratos envolvem investimentos de R$ 187 milhões do tesouro estadual e de financiamentos obtidos pelo governo para o atendimento de 45 municípios paranaenses. VIVER MAIS – Um dos principais programas da gestão, o Viver Mais Paraná surgiu como uma alternativa para atendimento à crescente população idosa do estado, que por causa da idade não consegue participar dos financiamentos imobiliários. “O Brasil não dispõe de uma política pública de habitação em nível nacional, então o governador Ratinho Junior Brasil percebeu isso e se antecipou a esta crescente da população, que está envelhecendo cada vez mais”, relata o presidente da Cohapar. “Nestes condomínios, os idosos terão todo conforto e acessibilidade necessários, e principalmente a possibilidade de convivência com outros idosos, em um programa que já está virando referência e poderá se espalhar por todo o país”, conclui Lange. PROTOCOLO – Nesta quinta-feira (31), também durante o evento, o governador assinou um protocolo de intenções com a construtora Pacaembu para a construção de 9 mil casas populares até 2022 em todo o estado. A empresa planeja um investimento recorde de R$ 1 bilhão através de financiamentos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) nos próximos três anos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

ROLAGEM INFINITA