quarta-feira, 13 de novembro de 2019

MANOEL RIBAS - Sessão da Câmara de um minuto gerou críticas

                       BERIMBALADAS                       
Após a divulgação de áudio, em que os vereadores aparecerem abrindo uma sessão extraordinária e encerrando com um minuto e vinte e três segundos, o fato gerou polêmica na cidade   

No link de vídeo, ouça o áudio completo da sessão da câmara de vereadores 

         Em Manoel Ribas, onde a Câmara Municipal de Vereadores já foi alvo de outras matérias e outras polêmicas no Blog do Berimbau, principalmente por conta da "Farra das Diárias", neste mês de novembro, de 2019, volta a ser notícia porque surgiu um outro fato que chamou atenção. A sessão  extraordinária, do dia 13 de novembro,  da Casa de Leis, durou apenas um minuto e 23 segundos, com um detalhe, havia uma parecer que, parte dos nobres edis precisavam dar, numa projeto da prefeita, para que a Patrulha Rural continuasse trabalhando no município, em prol de produtores rurais. Logo após o episódio, a prefeita divulgou a seguinte nota que vamos disponibilizar na íntegra: "Por falta de parecer da Comissão formada pelos vereadores Ronaldinho, Márcio Patera e Toninho, as obras de adequação na região da Barra Preta serão paralisadas por tempo indeterminado. É com muita tristeza que venho aqui comunicar aos moradores. Explico: Para que todo o serviço fosse concluído, solicitamos ao Consórcio a extensão do prazo em que as máquinas ficariam aqui em Manoel Ribas, mas, para custear o combustível e operadores neste período, precisamos de autorização da Câmara de Vereadores. Enviamos o projeto de complementação do orçamento, sendo que os vereadores marcaram uma sessão extraordinária, nesta quarta-feira, 13 de novembro, e, pasmem, esta reunião durou apenas 1 minuto e 23 segundos. Isso porque os vereadores Ronaldinho, Márcio Patera e Toninho, que fazem parte da Comissão de Finanças e Orçamento, não deram o parecer necessário para que as obras continuem. Quero aqui deixar bem claro a toda a população de Manoel Ribas, que o município tem dinheiro em caixa para custear esta obra que tem mudado a realidade dos moradores da comunidade de Barra Preta, bem como de todos que utilizam-se da estrada. Infelizmente, por falta de comprometimento de alguns vereadores com a população, a obra será paralisada por tempo indeterminado. Já passou da hora de alguns vereadores deixarem a política de lado e pensarem no povo. Ou vocês acham justo que uma obra deste tamanho pare por picuinhas? Porque eu não acho", concluiu a prefeita. Mais tarde, diante das críticas que ganharam as redes sociais,  os vereadores Márcio Patera e Ronaldo, gravaram um vídeo e divulgaram uma nota: "Estamos aqui para trazer a público e esclarecer a população sobre a situação da estrada da Barra Preta, onde a Prefeita veio a público por meio da rede social e rádio dizer que o Projeto de Lei tinha sido reprovado pelos vereadores Ronaldo, Márcio e Toninho, mas esse projeto se quer foi votado ainda, por que foi feita a leitura do mesmo e encaminhado para as comissões darem seus pareceres. Durante a semana o projeto será analisado pelas comissões e na próxima segunda feira, dia 18 de novembro, será votado, para que seja feita a estrada até a igreja da Barra Preta. Eu sou povo, e estou na condição de vereador para trabalhar para o povo, para fazer valer a democracia, que é o governo do povo para o povo, com legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência", diz a nota. Apesar que ela não explica o porque a sessão durou pouco mais de um minuto e foi encerrada.   Para qualquer uma da partes, estamos a disposição para outros esclarecimentos que sejam necessários. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

ROLAGEM INFINITA