Páginas




 


30/04/2014

CASO VARGAS - "Desfiliado do PT deputado será investigado"



O Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara aprovou, por unanimidade, o parecer preliminar do deputado Júlio Delgado (PSB-MG), que permite a continuidade do processo disciplinar contra o deputado André Vargas (sem partido-PR), que era vice-presidente da Câmara. Ele renunciou ao cargo após denúncias de envolvimento com o doleiro Alberto Youssef, que foi preso pela Polícia Federal na Operação Lava Jato. O processo pode levar à cassação do mandato de André Vargas. Com a aprovação da admissibilidade do processo, o Conselho de Ética dá início à fase de investigação com a tomada de depoimentos de testemunhas a serem indicadas pelo deputado André Vargas e pelo relator do processo, realização de diligências e abertura de prazo para a defesa do acusado. A representação foi apresentada ao conselho pelos partidos de oposição na Câmara.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

CARREGANDO MAIS POSTAGENS...