06/02/2021

CALIFÓRNIA - Homem que tentou abusar de grávida foi preso pela PM

  A Polícia Militar, de Califórnia, graças a colaboração da comunidade, conseguiu prendeu, no dia 05 de fevereiro, um indivíduo, conhecido como "Edinho", que foi acusado de invadir uma casa e tentar abusar, sexualmente, de uma mulher grávida de 7 meses. Segundo o repórter Edi Henrique, Rádio Nova Am, após o crime, em 04 de fevereiro, ele correu para uma mata e ficou homiziado, mas, ao deixar o matagal e voltar para a residência, onde morava, foi denunciado por moradores. A Polícia Militar foi até o local, na Rua Laranjinha, e o prendeu, sendo o suspeito, vindo de Governador Valadares, em Minas Gerais. Participaram da prisão o 2° Sargento Fraga e os soldados Luciano; Clovis; Mileski; Adriano; Monica e Diego Silva. ACUSAÇÃO - Há informações que ele já teria invadido algumas casas tentando abusar de mulheres, muitas, com medo de represálias ou constrangidas, não registraram boletins. A última situação, é que culminou com a prisão, foi registrada, conforme citado, em 04 de fevereiro. Nesta data, a comunidade ficou assustada com a ação de suspeito, que invadiu casa e tentou abusar, sexualmente, de uma mulher grávida, usando para isto uma faca. O crime ocorreu às 23 horas, na Av. Silvio Pedra Ramos. A Polícia Militar, informou que recebeu ligações, informando que na esquina do Rotary Clube, havia uma feminina enrolada em uma toalha no meio da rua, e gritando. Ao chegar ao local, ela contou que saiu do banho envolta na toalha e deparou-se com um homem armado de faca. Ele a agarrou pelo cabelo e a levou para a cama, dizendo: "você está grávida, não quero te machucar". Em seguida, com a faca encostada na parte de trás do seu pescoço, foi abaixando sua cabeça e abrindo o zíper da calça, momento que ela conseguiu se desvencilhar e gritar. O meliante saiu correndo para os fundos, deixando a faca caída no chão. A sua vizinha escutou barulho da fuga do acusado. O sogro da vítima, ao chegar na casa, sem saber do ocorrido, contou que encontrou o meliante descendo a via. Ao fazer os devidos levantamentos, a Polícia Militar chegou a identidade de um indivíduo que é acusado de estupro no estado de Minas Gerais em 2019. Ao revelar a foto dele para a vítima, ela o reconheceu, sem sobra de dúvidas. A moradora foi levada para o Hospital e buscas foram feitas, mas o suspeito não foi localizado, naquela data, sendo preso somente neste dia 06 de fevereiro. Em nota, o Destacamento agradeceu a comunidade, pelas denúncias, e informou que a sociedade precisa continuar  colaborando, o que é importante para o combate aos crimes.   "Edinho", negou as acusações a ele imputadas. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

ROLAGEM INFINITA