05/02/2021

IVAIPORÃ - Mais detalhes do motorista que morreu atingido por rodado

Levantamentos apontam que o trabalhador, morador de Lidianópolis, foi calibrar os pneus do caminhão, mas foi surpreendido pela explosão e ferido gravemente na cabeça

  O repórter Ronaldo Alves Senes, o "Berimbau", buscou informações para apurar o que realmente ocorreu, neste dia 05 fevereiro, de 2021, nas dependência de uma empresa agrícola, nas margens da PR-466, em Ivaiporã, mais precisamente, próximo ao IFPR - Instituto Federal do Paraná, saída para Manoel Ribas, em frente a Cooperativa Coamo. A Policial Civil, Micheli Torrejais, da Delegacia de Regional de Ivaiporã, assim como a equipe do IML - Instituto Médico Legal e peritos da criminalística, estiveram no local. O primeiro acionamento, foi do 1º Subgrupamento do Corpo de Bombeiros, mais infelizmente, ao chegar ao endereço, empresa Agrícola Pavezi, se constatou que o trabalhador, de nome José Roberto Carvalho, de 39 anos, nascido em Lunardelli e morador de Lidianópolis, estava em óbito. Um inquérito vai apontar o que realmente ocorreu e deve ser concluído, após o delegado, Dr. Aldair Oliveira, ouvir testemunhas e responsáveis pela empresa. O levantamento preliminar aponta que José Roberto trabalhava como motorista, inclusive, com carteira registada na referida agrícola, que é a proprietária do caminhão.  José estacionou o caminhão dentro do barracão e, ao tentar calibrar, tudo indica que o pneu explodiu. Para se ter uma ideia do impacto violento, o referido pneu foi ejetado para o alto, atravessou a cobertura de zinco do Barracão e ficou depositado em cima cobertura. A roda de ferro, também foi encontrada longe do eixo, onde estava presa. Atingido, José teve a região cabeça esfacelada. Seu falecimento causou comoção, pois era um cidadão querido, dedicado, trabalhador e muito conhecido na região. Nossa reportagem tentou contato com a empresa, para saber se o proprietário ou o responsável, gostaria de fazer alguma observação, mas não obtivemos sucesso. Recebemos um e-mail, do endereço <agricolapavezi@hotmail.com>, pedindo o telefone da reportagem. O número foi informado, mas até a publicação desta notícia, não houve retorno. Também ligamos para o celular final 8190, e novamente não foi possível o contato. Asseguramos que, caso a Pavezi queria se manifestar, a nota será adicionada a esta reportagem. Ressaltamos que tudo aponta para uma fatalidade e parece evidente que não há nenhum crime no ocorrido. Também é importante informar que a Pavezi é uma empresa idônea e tradicional, que nunca fugiu a sua responsabilidade e sempre cumpriu suas obrigações.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

ROLAGEM INFINITA