quinta-feira, 1 de fevereiro de 2018

POLICIAL - Rosário, Apucarana, Faxinal, Arapuã e Ivaiporã

ROSÁRIO - Furto em propriedade rural.  APUCARANA - Assalto no Sumatra. FAXINAL - Jovem é agredido. ARAPUÃ - Ameaça no bairro Bem-te-vi.  IVAIPORÃ - Mulher chama atenção do marido, no volante, e é agredida  
     ROSÁRIO - No dia 31 de janeiro, uma mulher de 78 anos, compareceu no Destacamento da PM a fim de relatar furto em sua propriedade. Disse que no referido mês de Janeiro, o local possivelmente foi invadido por meliantes, os quais furtaram um casal de peru, dois cisnes e  seis galinhas. Disse também que rotineiramente esse tipo de furto tem acontecido em sua propriedade, por isso, pediu providências. 
APUCARANA - Em Apucarana, aconteceu um assalto, às 15 horas, na Rua Inocente Martins, nº 135, no Bairro Sumatra. A solicitante informa que ao deslocar do bairro João Goulart, sentido Marissol, foi abordada por dois elementos, um armado com revolver, e mediante ameaça, deram voz de roubo levado da vítima dois aparelhos celulares. 
FAXINAL - Em Faxinal, informações davam conta de que um rapaz, de 24 anos, havia sido assaltado, no dia 31 de janeiro, às 23 horas, na região central. Ao patrulhar, os PMs encontraram a vítima com um corte em seu nariz e visivelmente perturbado, não sabendo responder o que ocasionou o ferimento e nem mesmo lembrava-se dos fatos ocorridos, apenas relatou que estava com seus pertences e não soube confirmar se houve o roubo. Ao final, foi encaminhado para o Hospital.
ARAPUÃ - No Bairro Bem-te-vi, dois jovens de 19 e 21 anos, solicitaram a Polícia para registrar uma ameaça. Um deles informou que uma pessoa conhecida, ao avistá-lo andando pela via, o cercou e sacou de um canivete dizendo: "Vamos conversar agora". O acusado estava acompanhado do irmão, que também fez ameaças. A vítima correu evitando um mal maior. Um irmão do ameaçado, também disse que os suspeitos disseram a ele: "Vou te matar e vou te queimar dentro do seu carro. Também vou matar seu irmão". O caso é investigado. 
IVAIPORÃ - Em Ivaiporã, uma mulher foi chamar atenção do marido, que dirigia de forma perigosa, após ingerir bebida alcoólica, e acabou sofrendo agressões e ameaças. Ela contou, no dia 31 de janeiro, que, no Jardim Itaipu,  seu esposo estava na direção de uma caminhonete F-1000, embriagado e em alta velocidade e quando ela pediu para que o mesmo reduzisse a velocidade, pois no carro havia duas crianças, foi agredida. O homem abandonou o veículo com a família, após deparar com uma equipe da PM fazendo abordagens na Avenida Brasil.

Nenhum comentário:

Postar um comentário