Páginas




 


25/08/2009

GRIPE SUÍNA – Os últimos números da Doença no Paraná e no Brasil
O último balanço divulgado pelo Ministério da Saúde, na semana passada, registrou 368 mortes pela nova gripe, no Brasil, até o dia 15 de agosto. Mas esse número deve aumentar porque as secretarias de saúde já divulgaram novos dados. Catorze estados, além do Distrito Federal, confirmaram até hoje 504 mortes. No Paraná, o boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) na tarde desta segunda-feira (24) confirmou 13 novas mortes por causa da gripe A H1N1. O total de óbitos chega a 154 em todo estado, sendo que oito eram gestantes. O número de pessoas contaminadas pelo novo vírus é de 2.853, são 373 novos casos confirmados em relação a boletim anterior.. A região de Cascavel, no Oeste do estado, foi a que registrou quatro das 13 mortes confirmadas. Com isso, chega a 10 o número de óbitos pela nova gripe na cidade. Apucarana e Cianorte registram duas novas mortes cada. Os outros cinco óbitos ocorreram em Paranaguá, Ponta Grossa, Guarapuava, Pato Branco e Londrina. Em Apucarana, com mais uma morte chega a duas as mortes pela nova gripe A Influenza A (H1N1) vitimou mais uma pessoa em Apucarana. A informação foi confirmada ontem pela Autarquia Municipal de Saúde (AMS). Trata-se de uma mulher de 27 anos. Ela, que estava internada no Hospital da Providência desde o dia 10 de agosto, faleceu no sábado (22), após a piora de seu quadro clínico. A vítima já havia sido diagnosticada com Gripe A. Há ainda dois outros óbitos no município que podem ter sido causados pela doença. Um deles ocorreu na semana passada e seria relacionado a um homem com idade entre 20 e 40 anos. Já o outro aconteceu na madrugada desta segunda-feira(24), quando uma mulher de 51 anos teve complicações de saúde. Ambos estavam internados no Hospital da Providência.
Prefeitos se reúnem hoje com Paulo Bernardo e cobram votações no Congresso para amenizar suposta crise
A ida de Prefeitos a Brasília faz parte do protesto de associações de Municípios do Paraná por causa da suposta Crise. Por isso, Integrantes da diretoria da AMP (Associação dos Municípios do Paraná) se reúne hoje (25) com o ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, para pedir providências em relação à manobra contábil feita pela Petrobras, que prejudicou a arrecadação das prefeituras. O grupo também vai protocolar, na Presidência do Senado, pedido de urgência na votação das duas Propostas de Emenda Constitucional – elaboradas pelos senadores Osmar Dias (PDT) e Álvaro Dias (PSDB) – que destinam parte das contribuições às prefeituras. A manobra reduziu o seu recolhimento de impostos em R$ 4,3 bilhões desde dezembro do ano passado
BRASÍLIA – Novo atrito entre Senadores
O senador Eduardo Suplicy disse ontem, em plenário, que a crise no Senado não foi resolvida e cobrou explicações do presidente da Casa, José Sarney, sobre as denúncias que pesam sobre ele. Sarney se irritou e disse que Suplicy foi indelicado ao levantar a questão quando era feita uma homenagem ao escritor Euclides da Cunha. O Clima ficou pesado e Suplicy prometeu voltar ao plenário e cobrar explicações, porque segundo ele, Suplicy, o mesmo vem sendo cobrado por seus eleitores nas ruas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

CARREGANDO MAIS POSTAGENS...