quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

BANDIDOS QUE ATIRARAM EM POLÍCIAIS DE BORRAZÓPOLIS SÃO PRESOS EM MARINGÁ

Polícia identifica integrantes de quadrilha que assaltava ônibus de turismo e seria responsável pela Morte de um PM de Kaloré que foi baleado em Borrazópolis
A imprensa de Maringá, destacou nesta semana, o trabalho da Polícia Civil que confirmou, nesta segunda-feira (28), ter identificado a maioria dos integrantes da quadrilha cujo armamento, fardamentos e equipamentos policiais utilizados em roubos contra ônibus de turismo foram apreendidos na manhã de quinta-feira (24) em um sítio localizado no município de Marialva. As investigações avançam para tentar esclarecer o suposto envolvimento de policiais com o grupo. O chefe da Seção de Homicídios, Furtos e Roubos (SHFR), investigador João Osmar Evarini, classificou a quadrilha como a maior e mais ousada do interior do Estado, à qual atribuiu a autoria de mais de 50 assaltos ocorridos nos últimos três anos na região noroeste. Além dos assaltos, todos com emprego de violência extrema, o grupo também seria responsável pela morte do soldado Roberto Carlos dos Santos, 42 anos, baleado, em março passado, em Borrazópolis. No dia dos fatos, o bando tentava roubar gado da fazenda do Gersão no Bairro Ponte Preta. Quando uma viatura da Pm de Borrazópolis chegou, na entrada do carreador, foi surpreendida a bala. Alem do Policial que faleceu ha pouco tempo vítima de complicações por causa do tiro que recebeu, o Sargento Soares de Borrazópolis, também ficou ferido, mas conseguiu se recuperar. Em Maringá as investigações que culminaram com o desbaratamento da quadrilha iniciaram há dois meses, depois de o delegado-chefe da 9ª Subdivisão Policial (SDP), Márcio Vinícius Amaro, receber informações dando conta de que uma quadrilha havia montado base em um sítio localizado no quilômetro 18 da Estrada Santa Fé, em Marialva. Desde então, o local passou a ser monitorado diuturnamente. No dia 15 passado, policiais militares localizaram um Corolla roubado escondido próximo ao sítio e foram à propriedade em busca de informações. Antecipando-se à provável fuga da quadrilha. A Polícia Civil de Maringá decidiu antecipar o trabalho e lançou uma operação de busca na propriedade. Em um matagal, os policiais encontraram duas malas contendo sirenes, giroflex, coletes balísticos das polícias Civil e Militar, fardas e quepes militares, cones utilizados em blitze além de adesivos da Polícia Rodoviária Federal. Preso em flagrante, o dono do sítio, José Aparecido Moreno, confirmou que o material pertencia a uma quadrilha e delatou um lavrador vizinho, Vilson Ribeiro de Moraes, 24 anos, o “Dito”, de integrar o grupo. Após prender o lavrador, os policiais deslocaram a uma residência, no Jardim Imperial, em Sarandi, onde apreendeu um fuzil AR-15, uma submetralhadora 9 milímetros, quatro pistolas .40 e mais de 800 munições de calibres variados. Presa em flagrante, a dona da casa, a auxiliar de enfermagem Vilma Aparecida de Oliveira, 43 anos, confirmou ser ex-mulher do líder do líder da quadrilha, Nestor Ribeiro de Moraes, o “Fino”, mas negou dar mais informações. “A falta de colaboração não nos impediu de identificar a maior parte dos integrantes e prendê-los é uma questão de tempo”, disse o delegado Márcio Amaro. Veja as fotos publicadas pelo Blog do Berimbau no dia do Assalto ocorrido em Borrazópolis:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

ROLAGEM INFINITA