terça-feira, 29 de dezembro de 2009

Quatro da mesma família morrem em colisão frontal
A condutora de um veículo, seus pais e um de seus filhos perderam a vida em um grave acidente por volta de 21h45 desta segunda-feira (28) no quilômetro 211 da BR-277, no município de Teixeira Soares, distante 50 quilômetros de Ponta Grossa. Segundo o policial rodoviário federal Rosan, do posto de Irati, Claudiane Bragagnollo, 27 anos, perdeu o controle do Monza (com placas de Cascavel, no oeste do Paraná), caiu na canaleta, do lado direito da pista. Ela puxou a direção e acabou indo para a pista contrária, colidindo de frente com um caminhão Volvo, com placas de Ponta Grossa. Claudiane seguia com a família em direção a Curitiba. Além da condutora, faleceram seus pais Marisa de Toledo Bragagnollo, 55, e Rogério Luiz Bragagnollo, e seu filho de apenas 3 anos: José Vitor Morais. A filha de Claudiane, Vitória Morais, 7 anos, teve ferimentos graves e foi levada à Santa Casa de Irati.
Prazo para atualização cadastral do Bolsa Família relativa a rendimentos e trabalho encerra dia 31 de dezembro
O dia 31 de dezembro - próxima quinta-feira - é o prazo final para as informações destinadas a um dos processos de atualização cadastral dos beneficiários do Programa Bolsa Família. Os gestores municipais têm até esta data para fazer a verificação dos cadastros de cerca de 585 mil famílias que apresentaram dados diferentes sobre rendimento ou participação no mercado de trabalho formal no cruzamento da Relação Anual de Informações Sociais (RAIS) de 2007, do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), com o Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal. Desde 2005, o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) compara, anualmente, a renda declarada no cadastro do Bolsa Família com a informada na RAIS, para verificar inconsistências entre as duas bases. O cruzamento das informações é um dos mecanismos adotados pelo ministério para melhorar a focalização do programa. Como o vínculo empregatício da população pobre é muito variável, os resultados encontrados são checados pelos gestores municipais para evitar cancelamento indevido de benefícios. Para corrigir as inconsistências de informações, basta que os gestores municipais façam a atualização cadastral ou, se necessário, procedam uma visita domiciliar para checar a situação econômica da família.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

ROLAGEM INFINITA