terça-feira, 26 de junho de 2018

APUCARANA - Homem confessa que abusou das enteadas

Inicialmente o preso negava envolvimento, mas depois confessou a prática de crime, segundo informou o Delegado Jacovós 
A Polícia Civil, de Apucarana, equipe do Delegado José Aparecido Jacovós, confirmou que o homem acusado de abusar de duas enteadas, que inicialmente negava o crime, confessou o delito. No vídeo acima, ele é ouvido pelo delegado e muito criticado pelo Policial, por tentar jogar a culpa na mãe da meninas e nas próprias vítimas. SOBRE O CASO - Conforme noticiamos, o repórter Rodrigo Almeida, da Rádio Nova Am, acompanhou, em Apucarana, a apresentação de um indivíduo de nome Anderson da Silva, de 35 anos, da região Jardim Sabiá, acusado de abuso sexual contra as enteadas. A apresentação foi feita pela Polícia Civil, e, segundo a investigação, ele teria praticado sexo anal com enteada, de 6 anos, e oral na segunda criança, de 10 anos. A condição psicológica deplorável das crianças, foi percebida na escola e após apuração dos fatos, o homem foi preso. "Situação gravíssima e que posso dizer, sem medo de errar, que está devidamente documentada pela investigação feita pela delegacia da mulher, Dra. Luana. Nos depoimentos as crianças deixam claro, que o crime ocorreu. Nós da Delegacia, não temos nenhuma dúvida de que a violência sexual foi cometida", disse o Delegado Jacovós, durante entrevista. Como o crime envolve menores, alguns detalhes foram preservados. Durante apresentação, Anderson falou aos repórteres e negou a prática do crime. Disse que foi tudo uma invenção, que inclusive a mãe das crianças queria voltar a morar com ele e que até o final do processo, iria provar sua inocência, mas no dia seguinte a apresentação, em 26 de junho, a Civil confirmou que ele confessou o delito.